Determinação do turno de rega para a produção de mudas de pitaia em ambiente protegido

Antonio Robson Moreira, Fernanda Ludmyla Barbosa de Souza, Raimundo Thiago Lima da Silva, Raimundo Leonardo Lima de Oliveira, Airton dos Santos Alonço, Leane Castro de Souza, Dauto Pivetta Carpes

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência do turno de rega sobre o desenvolvimento de mudas de pitaia, produzidas em ambiente protegido, assim como estabelecer um intervalo de tempo em dias, confiável entre as irrigações. O experimento foi realizado na área experimental da Universidade Federal Rural da Amazônia, Campus Capitão Poço, Pará. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC), com sete tratamentos constituídos pelos seguintes turnos de rega: T1 - sem irrigação durante todo o período de avaliação; T2 - turno de rega de um dia; T3 - turno de rega de dois dias; T4 - turno de rega de três dias; T5 - turno de rega de quatro dias; T6 - turno de rega de cinco dias; T7 - turno de rega de seis dias; com doze repetições, totalizando oitenta e quatro unidades experimentais. Aos vinte e sete dias, após a implantação do experimento, com a emissão dos primeiros cladódios pelas mudas, foi iniciada a mensuração dos parâmetros biométricos: altura, número de cladódios emitidos, comprimento e diâmetro do cladódio de primeira ordem, e comprimento do cladódio de segunda ordem. A irrigação das mudas proporcionou incremento significativo nos valores de altura, número de cladódios emitidos e no comprimento e diâmetro dos cladódios de primeira ordem, maioria dos parâmetros biométricos avaliados, em comparação com a testemunha. O turno de rega de três dias (T4) foi o tratamento que garantiu melhor uso consultivo da água, apresentando os pontos de máxima para altura, comprimento e diâmetro do cladódio de primeira ordem.

Palavras-chave


Engenharia de água e solo; Cactaceae; Metabolismo CAM

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/tecnolog.v22i1.11140

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo