Níveis de ruído no posto de operação de um trator agrícola na operação de semeadura

Marcelo Silveira de Farias, José Fernando Schlosser

Resumo


A utilização de tratores agrícolas expõe os operadores a diferentes agentes que podem ser nocivos à saúde, dentre eles, o ruído, que dependendo da intensidade, leva à perda gradual da sensibilidade auditiva dos operadores. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo avaliar o nível de ruído que chega ao posto de operação em um trator agrícola tracionando uma semeadora-adubadora de precisão, equipada com dois tipos de mecanismos sulcadores de fertilizante, em quatro velocidades de trabalho e duas configurações do condicionador de ar; e comparar com os limites estabelecidos pela norma NR-15. Para a mensuração dos níveis de ruído foi utilizado um medidor de pressão sonora, posicionado a 0,15 m do ouvido do operador, com todas as aberturas do posto de operação fechadas. A intensidade sonora próxima ao ouvido do operador, em todos os tratamentos avaliados, foi inferior ao estabelecido pela norma, para uma exposição máxima de oito horas diárias. Há aumento significativo da pressão sonora quando se utiliza mecanismo sulcador de fertilizante do tipo haste em relação ao disco duplo e também, quando se utiliza o condicionador de ar. À medida que se aumenta a velocidade de trabalho do conjunto mecanizado ocorre um incremento linear na intensidade sonora.

Palavras-chave


Mecanização agrícola; Potência sonora; Intensidade de ruído; Danos físicos e mentais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/tecnolog.v24i1.12801

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo