Avaliação de risco ergonômico em atividade no setor de floricultura

Jhosefe Bruning, Miguel Chaiben Neto, Silvana Antunes Rodrigues, Bruna Dalcin Pimenta, Airton dos Santos Alonço, Tiago Rodrigo Francetto

Resumo


Nos últimos anos, o setor de floricultura apresenta elevado crescimento. No entanto, há um problema enfrentado nesse setor, ligado aos cuidados com a saúde dos trabalhadores. Desta forma, o objetivo deste estudo é realizar a análise ergonômica do trabalho (AET), aplicada ao posto de trabalho dos alunos de pós-graduação no setor de floricultura. O estudo foi realizado em um ambiente protegido, no setor de floricultura do Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria. Para realizar a análise ergonômica do trabalho, foram avaliadas as atividades desempenhadas pelos alunos de pós-graduação durante a condução de experimentos científicos. Assim, foram analisadas cinco atividades, a saber: a avaliação de crescimento de plantas, o preenchimento da planilha de dados in loco, a realização de irrigação dos vasos por meio de pesagens, a movimentação dos vasos e a avaliação final das plantas. Para a realização das análises, foram coletados dados para a avaliação postural por meio de observações visuais dos trabalhadores, durante a execução das atividades, além de registros fotográficos e vídeos. Posteriormente, foi realizada a análise detalhada, através da aplicação dos métodos RULA, REBA, com o auxílio do software Ergolândia 7.0 e Diagrama de Corlett. Com isso, a análise ergonômica do trabalho possibilitou a verificação das situações que podem desencadear a dor e o desconforto nos trabalhadores, além de evidenciar que as atividades analisadas não apresentaram conformidade quanto à postura empregada, necessitando de intervenção imediata.

Palavras-chave


Ergonomia; Ambiente protegido; Rula; Reba; Diagrama de Corlett.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/tecnolog.v24i1.13772

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo