EFEITO DE Ilex paraguariensis St. Hil. e Coffea arabica L. SOBRE O CRESCIMENTO DE Fonsecaea pedrosoi ATCC 46428

Maria Lucia Scroferneker, Mariana Carissimi, Silvia B Rosa, Valeriano Antonio Corbellini

Resumo


Este trabalho avaliou o efeito de extratos aquosos de Ilex paraguariensis (erva-mate) e Coffea arabica (café) em ágar Sabouraud dextrose no crescimento de Fonsecaea pedrosoi ATCC 46428. F. pedrosoi foi cultivada em placas de Petri contendo ágar Sabouraud dextrose suplementado com extratos aquosos derivados de 0,5; 1; 2; 3; 4 e 5g de pó de erva-mate ou de café fervidos em 100ml de água destilada por 30 min. Os diâmetros das colônias do fungo foram determinados após 7 dias. A incorporação dos extratos de erva-mate ou café no meio de crescimento não causou diferenças significativas no crescimento radial de F. pedrosoi ATCC 46428 comparado ao controle. Entretanto, estudos sobre o requerimento nutricional são importantes na sistematização do perfil bioquímico, o que pode contribuir na elucidação da bioquímica funcional do microrganismo.

Palavras-chave


Fonsecaea pedrosoi; Ilex paraguariensis; Coffea arabica; extrato aquoso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/tecnolog.v11i1.155

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo