CONTAMINAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA PELO USO DE AGROTÓXICOS

Autores

  • Gerusa Pauli Kist Steffen
  • Ricardo Bemfica Steffen
  • Zaida Inês Antoniolli

DOI:

https://doi.org/10.17058/tecnolog.v15i1.2016

Palavras-chave:

Ecossistema, poluição, toxidez

Resumo

O aumento da população mundial e a necessidade de elevar a produção de alimentos revolucionaram as técnicas utilizadas na agricultura. Uma das mais importantes mudanças que ocorreram na forma e nos meios de produção agrícola foi a utilização de agrotóxicos, produtos estes utilizados para o controle de insetos, doenças e plantas invasoras que prejudicam o desenvolvimento das culturas. No entanto, a intensa aplicação destes insumos nas áreas agrícolas tem ocasionado a contaminação e poluição do solo, da água e do ar, recursos estes indispensáveis para a sobrevivência humana e animal no Planeta. Nas últimas décadas, verificou-se um aumento da preocupação mundial a respeito do impacto que determinadas práticas causam ao meio ambiente, dentre elas o uso abusivo de agrotóxicos. Estes quando aplicados nas culturas, normalmente atingem o solo e, dependendo das características edáficas, do produto utilizado e das condições ambientais, podem provocar a contaminação do ecossistema. Nesta revisão são abordados aspectos referentes à contaminação do solo e das águas superficiais e subterrâneas pelo decorrente uso de agrotóxicos nos sistemas agrícolas, bem como práticas e formas de manejo que visam a preservação do meio ambiente.

Downloads

Publicado

2011-01-21

Edição

Seção

Tecnologia Ambiental