Reforço em compósito de cimento portland através da adição nanotubos de carbono de paredes múltiplas

Autores

  • Rogerio Daltro Knuth Universidade Federal de Pelotas
  • Margarete Regina Freitas Gonçalves Universidade Federal de Pelotas
  • Ricardo Marques e Silva Universidade Federal de Pelotas
  • Flávio Airton Knuth Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.17058/tecnolog.v20i2.7412

Resumo

A pesquisa desenvolvida no presente trabalho esta embasada na aplicação da nanotecnologia a novos compósitos cimentícios, visando à melhoria das propriedades das argamassas. O objetivo do trabalho foi o de analisar o desempenho físico e mecânico e a ancoragem de uma argamassa de revestimento produzida com nanotubos de carbono de paredes múltiplas (NTCPM), adicionados na quantidade de 0,30% em relação à massa de cimento do compósito, comparativamente ao desempenho com uma argamassa industrializada. Para o presente estudo foi necessário funcionalizar e dispersar os NTCPM, utilizando-se os ácidos sulfúrico (H2SO4) e nítrico (HNO3), e a dispersão foi por ultrassom. Os NTCPM funcionalizados foram neutralizados com hidróxido de amônio (NH3). Foram realizados ensaios de caracterização física e mecânica no estado fresco e no estado endurecido nas argamassas de revestimento com NTCPM e industrializada e análise microestrutura. Os resultados obtidos indicam que a argamassa com NTCPM apresenta melhor desempenho que a argamassa industrializada, no tocante a densidade, consistência, viscosidade, resistência à tração e resistência a compressão axial. Palavras-chave: Argamassas de revestimento. Nanotubos de carbono. Compósitos. Propriedades físicas e mecânicas. Microestrutura.

Downloads

Publicado

2016-07-06

Edição

Seção

Sistemas e Processos Industriais