Avaliação da resistência a fadiga dos Engineered Cementitious Composites (ecc), reforçados com fibra de polipropileno e produzidos com adição de cinza de casca de arroz

Autores

  • Alceu Lopes de Freitas Júnior Universidade Federal de Pelotas
  • Monica Regina Garcez Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.17058/tecnolog.v21i2.9336

Palavras-chave:

Compósitos cimentícios, Compósitos cimentícios com adição de fibras de polipropileno, Fadiga em compósito cimentício

Resumo

O Engineered Cementitious Composites - ECC – é um tipo especial de compósito cimentício de alto desempenho reforçado com fibra, cuja principal característica é a alta ductilidade. O traço de ECC é composto por cimento, material pozolânico, agregado miúdo e fibras. Este estudo avaliou a resistência à fadiga de traços de Engineered Cementitious Composites reforçados com fibras de polipropileno - PPECC – e cuja composição da matriz cimentícia tenha a incorporação de cinza de casca de arroz como material suplementar. Para isto, foram produzidos corpos de prova com substrato de concreto para pavimento e overlay com o traço de PPECC desenvolvido. Os corpos de prova foram submetidos aos ensaios de flexão a quatro pontos (estático e cíclico). Compararam-se os resultados obtidos no ensaio estático dos traços de PPECC com os resultados obtidos neste mesmo ensaio com corpos de prova produzidos somente por concreto para pavimento. Foram analisados os resultados dos ensaios cíclicos em diferentes intervalos de tensões. Com os resultados variação da tensão x números de ciclos, obtidos no ensaio cíclico, foi avaliado o comportamento à fadiga do compósito.

Biografia do Autor

Alceu Lopes de Freitas Júnior, Universidade Federal de Pelotas

Engenheiro Civil e Engenheiro de Segurança do Trabalho. Mestre em Ciência e Engenharia de Materiais. Engenheiro de Segurança do Trabalho da Universidade Federal de Pelotas.

Monica Regina Garcez, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professora Adjunta na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Atua como líder do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos em Materiais Compósitos Avançados (NEMC).

Downloads

Publicado

2017-07-04

Edição

Seção

Sistemas e Processos Industriais