A IMPORTÂNCIA DA INSERÇÃO EM PROJETOS DE EXTENSÃO PARA O CRESCIMENTO ACADÊMICO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Bianca Luisa Morais, CAROLINA MACHADO HEINEN, ISRAEL MATHEUS PAULUS DA SILVA, VIVIANE RIBEIRO LOPES, ANGELA CRISTINA FERREIRA DA SILVA, LETICIA LUZIA DOS SANTOS FERNANDES, Julia Cristina Oliveira da Silva

Resumo


INTRODUÇÃO: O Serviço de Reabilitação Física/Nível intermediário (SRFis), ocorre na Clínica de Fisioterapia da Unisc/bloco 34, sendo um projeto de extensão universitária. Vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS), é referência para 25 municípios pertencentes a 8º e 13º Coordenadorias Regionais de Saúde e atua de forma multiprofissional/ interdisciplinar, uma vez que são realizados diversos atendimentos protagonizados pelos bolsistas dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Psicologia e Serviço Social, com supervisão da equipe de professores e profissionais dessas áreas. Inseridos no SRFis, os bolsistas têm a possibilidade de experienciar na prática diversas atividades e maximizar seus conhecimentos adquiridos em sala de aula. Nesse contexto, a formação acadêmica é de extrema importância para qualificar nossa inserção no mercado de trabalho e para isso a pluralidade de atividades exercidas durante a graduação são fundamentais para concretude desse processo que se constitui ao longo da trajetória na Instituição de Ensino Superior. Articular, vivenciar, reconhecer, exercitar e executar teoria e prática são pontos que a extensão universitária proporciona e que qualifica o processo de aprendizagem e de formação com vistas ao mercado de trabalho. OBJETIVO: Relatar a experiência vivenciada pelos bolsistas do SRFis expondo sua importância para o crescimento acadêmico. METODOLOGIA: Descrição da vivência acadêmica durante as atividades multiprofissionais/interdisciplinares nos setores que compõem o SRFis através das percepções individuais e coletivas dos bolsistas. PRINCIPAIS RESULTADOS: Atualmente são 11 bolsistas de financiamento externo e 02 voluntários que atuam diretamente nas atividades assim distribuídas: ambulatório de feridas, triagens de novos usuários, avaliação para Tratamento Fora de Domicílio (TFD), entrega de cadeiras de rodas, acompanhamento das atividades na oficina ortopédica Associação Canoense de Deficiente Físicos/ACADEF. A atuação nestas atividades é de relevância singular no processo formativo e na constituição da aprendizagem em ato no âmbito acadêmico/profissional na medida em que transforma e qualifica o conhecimento teórico e a experiência prática em prol da comunidade assistida. As expressões mais utilizadas pelos estudantes em relação a suas percepções são: experiência, aprendizado, ajuda, amputado, oportunidade, conhecimento, evolução, humanização, empatia, transformação. O que significa a materialização de fato da articulação vivenciada na extensão em que as percepções não são apenas teóricas, mas envolvem questões humanas e sensíveis que tangenciam o fazer profissional. CONCLUSÃO: O trabalho dos acadêmicos no SRFis amplia o conhecimento obtido em sala de aula e se torna relevante contribuindo para formação integral e integrada entre ensino e extensão, visando à assistência humanizada de qualidade às pessoas assistidas; potencializa os valores pessoais desenvolvendo e concretizando ações ligadas à ciência, educação e ao trabalho acadêmico/profissional. Estar em projeto de extensão é sentir-se em ação constante e inserido na atuação profissional que é extremamente significante na vida acadêmica.



ISSN 2764-2135