PRÓ-SAUDE UNISC: UM UNIVERSO DE EXPERIÊNCIAS

Cassiandra Sampaio Joaquim, Everton Simon, Lia Possuelo, Beatriz Baldo Marques

Resumo


O projeto de extensão PRÓ-SAÚDE UNISC (Programa Nacional de Reorientação Profissional em Saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul), vem fazendo história há mais de 16 anos. Financiado pela Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC e o Ministério da Saúde – MS, oportunizou que centenas de alunos e dezenas de professores trabalhassem pela e para a comunidade. Tem o objetivo de integrar ensino-serviço, aproximando academia e serviços públicos, agregando o ensino, pesquisa e extensão na promoção da saúde e na educação permanente. Objetiva-se aqui, apresentar os marcos deste projeto ao longo de sua história. Trata-se de um estudo descritivo com uma perspectiva qualitativa, que apresentará uma linha do tempo e a evolução das práticas comunitárias ao longo de sua existência. O programa foi instituído em novembro de 2005, sob a coordenação de professoras do Curso de Odontologia, quando foi possível estruturar uma clínica inserida em um bairro com uma população vulnerável, com riscos sociais, com necessidades e dificuldade de acesso aos serviços odontológicos. Este trabalho, integrou discentes, docentes, profissionais da rede de saúde municipal e comunidade, em ações coletivas no bairro. Em uma parceria com o município de Santa Cruz do Sul, o projeto foi implantado na Casa de Saúde Ignês Moraes. Sua estrutura física foi adequada para uma clínica com cinco consultórios, RX, sala para lavagem de instrumental, sala de esterilização e local para distribuição do material. Sala de espera com sanitários para os pacientes, sala de reuniões, almoxarifado, escovódromo, vestiário para acadêmicos e professores.Em 2007, amplia suas ações para os demais cursos da área da saúde, integrando a equipe da ESF, os atendimentos clínicos e as ações coletivas. Entre os anos de 2010 a 2015, o Ministério da Saúde lançou novos editais para selecionar Universidades para desenvolver o Programa de Educação pelo Trabalho para a saúde (PET-Saúde) em conjunto com o PRÓ-SAÚDE. A partir do ano de 2017, este projeto ganha um novo formato e se torna um projeto institucional. Novas temáticas começaram a ser abordadas por meio de subprojetos com ações de múltiplos campos de atuação. Atualmente, o projeto está organizado em 5 subprojetos, que atuam em pesquisa e extensão nas áreas: Pics e Fitoterapia, Alimentação e Saúde,  Beleza e Saúde, Saúde Bucal e Doenças Infectocontagiosas. O projeto acontece por meio de práticas interdisciplinares e multiprofissionais estimulando a formação integrada de profissionais da área da saúde de forma trans e multidisciplinar. Antes da pandemia desenvolvia-se atividades presenciais para a elaboração de material gráfico informativo, realização das oficinas didáticas e/ou rodas de conversa que aconteciam nas unidades de saúde, escolas, presídio; organização de eventos, atividades assistenciais na rede de saúde entre outros, em uma série de parcerias interinstitucionais que se ampliaram a cada ano permitindo essa integração com a rede pública de serviços. Desde 2020, com a chegada da pandemia o projeto precisou se reinventar, e hoje as atividades de promoção e prevenção em saúde são todas realizadas de forma online, e, é composto por 6 professores e 25 estudantes vinculados a 7 cursos da saúde. Deste modo, destaca-se a relevância do PRÓ-SAÚDE que ao longo de sua trajetória foi sendo construído e organizado de acordo com as necessidades e demandas locais e regionais, contribuindo na formação de centenas estudantes a nível de graduação.




ISSN 2764-2135