CLINICA PSICOTERÁPICA ON-LINE: PERCEPÇÃO DOS PSICÓLOGOS.

Jorge Luiz Soares Paz, Jerto Cardoso da Silva

Resumo



Resumo: A modernidade e as novas possibilidades de comunicação apresentam novas alternativas de interação entre os sujeitos. Os atendimentos psicológicos pela internet são realizados, e ganhando atenção de psicólogos em todo o mundo. Esse estudo visa averiguar como é a experiência da terapia on-line e quais são as diferenças entre os atendimentos remotos e presenciais. Além disso, procura entender como a relação terapêutica é percebida pelos psicólogos. Trata-se de uma pesquisa exploratória e qualitativa, na qual foi realizada a aplicação de um questionário on-line, em 22 participantes, contendo perguntas semiestruturadas. A análise das informações nos aponta que: A maioria dos pesquisados relata que as dificuldades e possibilidades do uso de tecnologia estão pautadas no estabelecimento de vínculo e construção terapêutica. Além disso, as percepções e intervenções no atendimento on-line necessitam de maior qualificação.

Palavras-chave: psicoterapia, atendimentos terapêuticos on-line, relação terapêutica.

Introdução

 

                        A vida moderna se transforma pela tecnologia, em especial da informática, e torna-se um desafio para as práticas clínicas dos psicólogos, sendo que a cada dia é necessária uma reinvenção para acompanhar as inúmeras mudanças nos modelos de comunicação e de interação entre as pessoas.   

                        Na atualidade, estamos diante de constantes transformações no mundo do trabalho, o que se reflete na clínica psicoterápica, pois notamos progressos teóricos e práticos, em especial, no modo de atendimento aos pacientes, que se ampliaram devido à tecnologia.

Sobre os atendimentos on-line realizado pelos psicólogos, a problemática recai sobre as formas de vínculo possíveis constituídas com os pacientes, e de como isso acontece nos atendimentos remotos? Este estudo foi desenvolvido no sentido de refletir sobre como as tecnologias da informática são vistas no amparo ao processo da terapia. Para tanto, nesta pesquisa, buscamos investigar, através de entrevistas com psicólogos que atendem no formato on-line, como acontece o trabalho terapêutico nesta modalidade. Os objetivos específicos são entender as diferenças entre os atendimentos presenciais e os on-line. Assim como, analisar como acontece a relação terapêutica pela via on-line.

O Conselho Federal de Psicologia, através da Resolução n. 11, de 11 de maio de 2018, regulamenta a prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação e revoga a Resolução CFP número 11/2012. O Conselho com essa regulamentação vai dar a autorização para que o atendimento remoto e os demais serviços realizados por meios tecnológicos de comunicação à distância possam ser realizados pelos psicólogos. 





ISSN 2764-2135