AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TRATAMENTO COSMÉTICO NO CONTROLE DA CASPA E DO EXCESSO DE OLEOSIDADE DO COURO CABELUDO

DOUGLAS ROOS GRUTZMACHER, GABRIELA VOGT, LETICIA REDIN, TAUANA CRISTINE MURARO TORCATTO, CLAUDIA MARIA SCHUH, CLAUDIA REGINA MULLER

Resumo


Introdução: A caspa e a oleosidade são patologias que estão relacionadas. A caspa é considerada a forma mais leve da dermatite seborreica e se apresenta como uma fina descamação, esbranquiçada, difusa, com pouco ou nenhum eritema. O prurido, quando existente, é discreto. A principal causa ainda não240foi totalmente esclarecida, mas na maioria dos casos os pacientes apresentam um aumento da secreção sebácea, sendo que fatores genéticos e hormonais influenciam essa hipersecreção. Também pode ser explicado por fatores ambientais, como alimentação rica em lipídeos e banhos muito quentes. Existem alguns tratamentos que podem ser utilizados nestes casos, como a esfoliação física, argiloterapia, alta frequência e cosméticos específicos. Objetivos: avaliar a eficácia do tratamento cosmético no controle da caspa e da oleosidade, em pacientes das ESFs de Santa Cruz do Sul, atendidos pelo Projeto de Extensão Ações Integradas na Promoção da Estética e da Saúde, desenvolvido por alunos dos cursos de Estética e Cosmética e de Fisioterapia da UNISC. Metodologia: Foram avaliadas 3 voluntárias mulheres, com faixa etária de 30 a 45 anos, apresentando caspa e excesso de oleosidade. As pacientes foram primeiramente submetidas a uma anamnese, avaliando-se características do seu couro cabeludo e suas principais queixas, tais como dor, descamação, eritema e excesso de oleosidade. Foram também realizados registros fotográficos com tricoscópio digital e com máquina fotográfica digital, para avaliação da evolução do tratamento. O tratamento consistiu de 10 sessões, uma vez por semana. Inicialmente aplicou-se alta frequência, com eletrodo em formato de pente, durante 10 minutos: o cabelo foi dividido em quadrantes para melhor aplicação da mesma. Em seguida aplicou-se, com o auxílio de um pincel, um cosmético esfoliante físico, esfoliando-se o couro cabeludo durante 5 minutos. Após este procedimento, aplicou-se argila verde diretamente no couro cabeludo, deixando agir por 10 minutos. Em seguida, procedeu-se à lavagem do couro cabeludo com xampu anticaspa, deixando agir por 3 minutos. Após, lavou-se os cabelos com xampu hidratante e aplicou-se um condicionador, deixando agir por 3 minutos. Enxaguou-se os cabelos e procedeu-se à secagem dos mesmos. Após, aplicou-se um tônico anticaspa, massageando o couro cabeludo. Resultados Parciais: A avaliação inicial do couro cabeludo mostrou que todas as pacientes possuíam descamação fina e excesso de oleosidade. Já após a primeira sessão, pôde-se observar uma melhora parcial na descamação e oleosidade,possível de observar240pelos registros fotográficos. Esta melhora inicial deve-se ao fato de que se utilizou o esfoliante físico, que tem a função de retirar a caspa aderida ao couro cabeludo. Dependendo do grau de caspa, esta esfoliação não é suficiente para retirar toda a caspa em apenas uma única vez. Por sua vez, a argila tem a função de retirar a oleosidade do couro cabeludo, pela sua ação secativa. A alta frequência, por sua ação antifúngica, visa atuar diretamente no fungo Malassezia. Por sua vez, o xampu anticaspa utilizado, possui antifúngicos na sua composição, que irão atuar também no controle da caspa, da mesma maneira que o tônico. O tratamento encontra-se ainda em andamento. Conclusão: a caspa e o excesso de oleosidade são patologias do couro cabeludo que podem ser controladas de forma eficaz utilizando-se recursos cosméticos, como a esfoliação física, argiloterapia, altafrequência e cosméticos específicos.