OFICINAS DE FLAUTA DOCE DO PROGRAMA LEM: TOCAR E CANTAR - UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Vanessa Weber

Resumo


Através do Programa LEM: Tocar e Cantar, vinculado ao Laboratório de Educação Musical (LEM) da Universidade Federal de Santa Maria, são desenvolvidas oficinas de diversos instrumentos, dentre os quais, flauta doce, violão e canto coral. O presente artigo apresenta o relato de experiência das atividades desenvolvidas nas oficinas de flauta doce em três espaços educacionais de Santa Maria/RS: Universidade Federal de Santa Maria, Escola Municipal Vicente Farencena e CEFASOL (Centro de Referência Familiar Recanto do Sol). Esse trabalho tem como objetivo registrar a prática realizada nesses três espaços. Assim, são descritas as turmas atendidas pela oficina, o repertório trabalhado, as diferenças entre o ensino de adultos e crianças, além das atividades desenvolvidas. Por meio de autores como Cuervo (2009) e Paoliello (2007) são apresentadas a importância e a justificativa do trabalho com a flauta doce nas oficinas do Programa LEM: Tocar e Cantar. Espera-se com este relato demonstrar a importância que a flauta doce tem na musicalização, tanto de crianças quanto de adultos, e os benefícios que as oficinas proporcionam aos alunos e aos professores, os quais encontram neste projeto do LEM, mais um espaço de prática de ensino.

Texto completo: Trabalho completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.