A INTERVENÇÃO MUSICAL COM BEBÊS EM RISCO PSÍQUICO

Aruna Noal Correa

Resumo


O presente resumo apresenta pesquisa de mestrado baseada no crescente aumento de diagnósticos dos Transtornos do Espectro do Autismo em bebês, bem como a dificuldade no progresso terapêutico de crianças que iniciam intervenções tardias, colocando em questão a importância da detecção precoce de bebês com risco de desenvolvimento desta psicopatologia (JERUSALINSKY, 1999). Nesse cenário, a perspectiva de detecção precoce de risco de evolução para o autismo assume grande relevância, tendo em vista sucessos terapêuticos relatados, como os casos de bebês em intervenção com sucesso já aos 3 meses de idade (LAZNIK, 2013). Considerando tal situação, temos empreendido esforços para detectar precocemente o risco de psicopatologias graves da infância, investindo na sensibilização de familiares para intervenção, o mais precocemente possível. Em 2013, passamos a apostar na perspectiva de intervenção precoce através da musicalização com bebês prematuros, como Parizziet al. (2013) e relatos na literatura sobre os efeitos da musicalização de bebês em risco psíquico. Indicou-se que uma intervenção musical poderia ser adequada para bebês em risco psíquico, como forma de alcançar os familiares e, também, como aposta para um trabalho direcionado nas instituições de educação infantil. Os trabalhos com música, propostos por Esther Beyer (2005), indicaram que a musicalização de bebês seria um caminho promissor para este estudo, aliado ao fato de apresentar baixo custo. Objetivou-se, para tanto, analisar os efeitos da musicalização como dispositivo de intervenção precoce junto a bebês em risco psíquico e seus familiares, a partir de estudo de caso. Como metodologia utilizou-se a pesquisa intervenção, baseada em encontros musicais semanais entre bebês e seus familiares e análise qualitativa dos dados produzidos. Concluiu-se que a estratégia é positiva e efetiva para o desenvolvimento de bebês em risco psíquico, e que contribui para o trabalho pedagógico junto aos bebês em berçários de nosso país.


Texto completo: Trabalho completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.