CONSIDERAÇÕES SOBRE O PERFIL DO SUJEITO PÓS-MODERNO ENQUANTO LEITOR IMERSIVO:DESCENTRAMENTOS, DÚVIDAS E ANGÚSTIA

Larissa Scherer

Resumo


Muito se tem discutido, principalmente a partir da Educação, sobre o acesso constante a informações e o frequente uso das mídias digitais pelos sujeitos na contemporaneidade. Reflete-se sobre as consequências da navegação errática no leitor imersivo e o sentimento de angústia, que tem sido pautado como um sintoma desse tempo. A partir de considerações a respeito dos descentramentos vividos pelo sujeito pós-moderno (Stuart Hall, 2011) e reflexões sobre o conceito de modernidade líquida  (Zygmunt Bauman, 2011), procuramos descrever algumas características dos indivíduos pós-modernos enquanto leitores imersivos (Lucia Santaella, 2004). Nicholas Caar (2011) aponta o surgimento de uma geração superficial que apresenta dificuldades para realizar leituras em profundidade e que enfrenta dúvidas em função de inúmeras possibilidades de escolha. O artigo parte de revisão bibliográfica a respeito do tema, utilizando metodologia qualitativa a fim de interpretar e entrelaçar as ideias propostas pelos autores, defendendo a hipótese de que a navegação imersiva em contextos cada vez mais globalizados tem colaborado para gerar sensação de indeterminação, potencializando a inquietação, as dúvidas e a angústia dos sujeitos pós-modernos.


Texto completo: Resumo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.