GÊNERO, CORPO E INFÂNCIA, REFLEXÕES SOBRE OS PROCESSOS DE GOVERNAMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ (SC)

Daniane Quadrado

Resumo


Este texto caracteriza-se enquanto recorte de uma pesquisa de conclusão de curso em conjunto com reflexões que aconteceram no decorrer de uma das disciplinas realizadas no PPG em Educação. O objetivo principal consiste em analisar situações ocorridas na rotina de uma turma de pré-escolar em uma instituição de Educação Infantil pública referente a elementos que caracterizam relações de gênero entre meninos e meninas e nas práticas pedagógicas. Pretende-se também refletir sobre as formas como a Educação Infantil tem se comportado frente à referida problemática, quais orientações e efeitos verdade suas práticas pedagógicas têm sustentado. A observação de tais rotinas tornou-se nosso principal recurso metodológico, caracterizando-se como pesquisa qualitativa. Quanto ao referencial teórico, nos orientamos pelos estudos de Michel Foucault, no que diz respeito às discussões sobre processos de governamento direcionados para o corpo e educação da infância. Em relação às situações observadas, conclui-se que nas práticas pedagógicas as (os) profissionais da Educação Infantil reproduzem determinados padrões de masculinidades e feminilidades, o que nos levou a constatar lacunas no processo de formação das (os) professoras (es) e refletir sobre a importância de discussões relacionadas às questões de gênero, como fundamentais na formação inicial e continuada de professoras(es) de crianças pequenas, já que a forma como orientam meninos e meninas influencia diretamente na constituição de suas identidades de gênero.


Texto completo: Trabalho completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.