O PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA ATUAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR: REFLEXÕES SOBRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS

Priscila Silva Linassi

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a formação do profissional da educação especial para atuação no ensino superior. A educação especial, modalidade de ensino, está presente em todas as etapas da educação infantil até a educação superior. Este estudo procura discutir como a legislação aborda a formação inicial em educação especial e sua atuação no ensino superior? Para a realização deste trabalho utilizou-se como metodologia pesquisa bibliográfica na legislação internacional e nacional abordando os seguintes documentos: a Declaração de Educação Para Todos, Declaração de Salamanca, LDB 9394/96, a CNE nº 2 de 2001 e a Política Nacional na perspectiva da Educação Inclusiva. A partir desses referenciais procurou-se analisar a abordagem da formação inicial de profissionais para atuar nos processos inclusivos no ensino superior. Foi possível constatar de acordo com as políticas analisadas, que alguns documentos não mencionam a atuação deste profissional com formação específica neste nível de ensino, referem-se a formação para atuar na educação básica, mas a Política Nacional na perspectiva da Educação Inclusiva (2008), menciona de forma específica a formação e a atuação deste profissional neste nível de ensino. Concluímos, a importância deste profissional com formação inicial específica na área de educação especial para atuar neste sistema de ensino, refletindo sobre estratégias e possibilitando a igualdade de oportunidades de acesso ao conhecimento colaborando com ações de acesso e permanência dos estudantes. Diante dessa conjuntura, torna-se fundamental problematizar as ações que ocorrem nas instituições para discutir as políticas de formação de professores, profissionais que atuam com estudantes deficientes no ensino superior no Brasil.

Texto completo: Trabalho Completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.