Escola como um espaço de prevenção da violência: um relato de experiência

Autores

  • Suane Pastoriza Faraj
  • Juliano Beck Scott
  • Aline Cardoso Siqueira Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i57.11266

Palavras-chave:

Violência, prevenção, criança.

Resumo

Este trabalho objetivou relatar a experiência de oficinas de prevenção à violência realizadas com mães e responsáveis dos alunos matriculados em séries iniciais de duas escolas de um município do Rio Grande do Sul, no ano de 2013 e 2014. As oficinas tiveram o intuito de possibilitar um espaço de diálogo sobre a violência contra crianças e adolescentes a fim de preveni-la. As participantes relataram vivência de violência física em suas histórias de vida e no seu cotidiano, não possuindo recursos diferentes da punição física no disciplinamento. Foi relatada a presença do abuso do álcool nas famílias e o desconhecimento das leis de proteção à população infanto-juvenil. Os encontros se constituíram em um momento reflexivo sobre a violência e os danos da mesma no desenvolvimento dos sujeitos. Espaços como esse devem ser fomentados visando ao cumprimento do papel social da escola e da universidade como coadjuvantes na prevenção à violência.

Downloads

Publicado

2020-07-05

Edição

Seção

Artigos