CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS E ASPECTOS PSICOSSOCIAIS DE FAMÍLIAS BRASILEIRAS RESIDENTES EM CAPITAIS E CIDADES PEQUENAS DO INTERIOR

Autores

  • Mauro Luis Vieira
  • André Luis Ribeiro Lacerda
  • Manoela Clausen Vieira
  • Maria Lucia Seidl-de-Moura

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i34.1401

Palavras-chave:

Configuração familiar, cultura, desenvolvimento

Resumo

O Brasil apresenta grande diversidade econômica e cultural, que tem forte repercussão na forma de organização social das famílias. Nesse sentido, o presente estudo tem como objetivo investigar características de famílias brasileiras residentes em capitais e no interior por meio do relato de mães. Participaram 606 mães de seis estados brasileiros, residentes em doze localidades, metade delas capitais e a outra metade cidades do interior com até 23000 habitantes. Elas responderam a um questionário com questões fechadas e escalares em entrevistas individuais. As análises realizadas entre os dois contextos indicaram que há mais diferenças do que semelhanças nos aspectos sociodemográficos entre as famílias. Nas capitais as mães têm significativamente mais idade, apresentam grau de escolaridade mais elevado e a maioria têm trabalho remunerado. Por outro lado, em ambos os contextos, as respondentes consideram ter uma boa relação no ambiente familiar em que vivem atualmente, assim como também na vida conjugal. Conclui-se que o contexto em que a família vive tem influência no seu modo de vida e que este pode estar relacionado, principalmente com as diferenças sociodemográficas.

Downloads

Publicado

2013-04-12

Edição

Seção

Artigos