Caminhos da imaginação sociológica ou de como me tornei uma socióloga

Autores

  • Marília Patta Ramos

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.14592

Resumo

O presente artigo trata-se de um ensaio, quase biográfico, sobre a trajetória de uma socióloga, em particular de uma profissional que iniciou sua vida profissional no departamento de Ciências Humanas da Universidade de Santa Cruz do Sul. O texto está estruturado em vários itens, mas a rigor segue uma organização cronológica que inicia com a descrição da origem social da autora, a sua escolha pelas Ciências Sociais, a qual a autora argumenta ter profunda relação com sua origem; a formação acadêmica em nível de graduação e pós-graduação, mestrado e doutorado e sua profissionalização desde quando ingressou na UNISC até os dias de hoje, como docente e pesquisadora na UFRGS. Se utilizando de forte influência weberiana e porque não dizer, bourdiesana, a autora conecta suas escolhas profissionais a sua origem social bem como com as opções com as quais se deparou naquele percurso. No artigo a autora reflete sobre o fazer sociológico de uma profissional com perfil pragmático e aplicado bem como traz uma descrição dos temas por ela pesquisados no seu percurso enquanto docente e pesquisadora. Palavras-chave: Sociologia, escolhas profissionais, fazer sociológico, atuação acadêmica.

Downloads

Publicado

2019-12-13

Edição

Seção

Artigos