SIGNIFICADOS DO CUIDADO MATERNO EM MÃES DE CRIANÇAS PEQUENAS

Autores

  • Fabiela Aparecida Barbosa
  • Lucinéia de Fátima de Fátima Vidigal Machado
  • Laura Vilela e Souza
  • Fabio Scorsolini-Comin

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.1470

Palavras-chave:

Maternagem, Relação mãe-bebê, Preocupação materna primária, Holding.

Resumo

Uma relação mãe-bebê saudável é considerada fundamental para a constituição do psiquismo da criança e também para o desenvolvimento da maternagem. O objetivo deste estudo qualitativo foi compreender os significados do cuidado materno e da experiência da maternagem produzidos e negociados por mães de crianças pequenas. Foram realizadas cinco entrevistas semiestruturadas com mães, entre 22 e 45 anos de idade, com filhos de zero a cinco anos. A análise de conteúdo temática teve a psicanálise como referencial teórico, especialmente na vertente winnicottiana. Foram identificados cinco temas principais nas entrevistas: o holding profissional; a preocupação materna primária; a amamentação e os momentos com o bebê; as angústias e transformações no amor materno; e os sentimentos ambivalentes sobre a gravidez. A atitude do profissional no cuidado dessas mães foi importante para que elas se sentissem seguras para terem seus filhos. A ambivalência dessas mães foi expressa no conflito entre o desejo de ter filhos e as preocupações com as mudanças que ocorreram com a chegada do bebê. Concluiu-se que as mães que encontraram o holding necessário no ambiente foram capazes de sentir as necessidades dos filhos e de compreender a melhor forma de responder a elas, promovendo o desenvolvimento saudável da díade mãe-bebê.

Downloads

Publicado

2011-02-20

Edição

Seção

Artigos