Reminiscências da Teoria Tradicional do Currículo: um mapeamento da conjuntura norte-americana sobre o inaugurar do século XX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.14766

Palavras-chave:

História do currículo, teoria curricular, pedagogia tradicional.

Resumo

O presente estudo caracteriza-se como uma pesquisa bibliográfica objetivada a compreender o sentido dado à dinâmica curricular a partir das nuances sócio‐político‐culturais que se protagonizaram nos Estados Unidos da América durante o primeiro meado do século passado. Configura-se em cinco tópicos consequentes, a partir de um espectro histórico, que discorrem desde o processo de institucionalização da educação em massa, fomentador do surgimento da Teoria Curricular Tradicional (primórdios do século passado), até o momento de crise da proposta curricular de Tyler (meados do século XX). Também é alvo de especulação deste estudo, no decorrer do trajeto histórico considerado, evidenciar as contribuições de Dewey e Bobbit frente à Teoria Tradicional do Currículo. O esforço de síntese paira sobre o desfalecimento desta perspectiva curricular frente à necessidade humana pela reconfiguração do abarrotado cenário educacional norte-americano.

Biografia do Autor

Júlio César Apolinário Maia, Universidade Federal de Jataí

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Goiás - Campus Goiânia ESEFFEGO (UEG-ESEFFEGO). Pós-graduando em Docência com Ênfase na Educação Profissional pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Arcos (IFMG-Arcos). Mestrando em Educação pela linha de pesquisa Formação Humana e Fundamentos da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Jataí (UFJ).

Downloads

Publicado

2020-01-06

Edição

Seção

Artigos