O ENSINO DE FILOSOFIA NA PERSPECTIVA HEGELIANA: A NEGATIVIDADE DA PRÁTICA PEDAGÓGICA COMO MATRIZ HERMENÊUTICA

Autores

  • Roberto Roque Lauxen

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.1968

Palavras-chave:

Ensino. Filosofia. Hegel. Hermenêutica

Resumo

Este trabalho procura compreender a relação de Hegel com o ensino em geral e o ensino de filosofia em particular. Para contextualizar a problemática educativa de Hegel investigamos o lugar da pedagogia em sua filosofia sistemática. Destacamos o significado e a organização do ensino de filosofia retomando algumas incongruências da prática de ensino e da atividade docente de Hegel. Em relação a elas procuramos uma porta de entrada para o porão daquilo que a razão especulativa não consegue dar conta, apontando uma alternativa hermenêutica frente ao saber sistemático como fundamento filosófico para pensarmos o ensino em geral e o ensino de filosofia em particular.

Downloads

Publicado

2012-09-17

Edição

Seção

Artigos