CASAIS DE DUPLA CARREIRA NOS ANOS INICIAIS DO CASAMENTO: COMPREENDENDO A FORMAÇÃO DO CASAL, PAPÉIS, TRABALHO E PROJETOS DE VIDA

Autores

  • Viviane Iara Heckler
  • Clarisse Pereira Mosmann

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v2i41.3468

Palavras-chave:

casamento, individualidade, trabalho, adulto jovem.

Resumo

O enlace conjugal é um fenômeno que se perpetua na atualidade devido ao desejo dos jovens de casar. Novas demandas se impõem ao casamento além da tarefa fundamental da formação do casal. O presente estudo teve como objetivo compreender a formação do casal, papéis, trabalho e projetos de vida nos anos iniciais do casamento tendo em vista as mudanças do contexto social, econômico e cultural. Foi realizado um estudo de casos múltiplos com seis casais heterossexuais, de primeira união com até cinco anos de relacionamento conjugal, com idades entre 24 e 34 anos, sem filhos, residentes em Porto Alegre/RS e região metropolitana, caracterizados como dupla carreira. Os instrumentos utilizados foram: questionário de dados sociodemográficos, entrevista semi-estruturada com o casal abrangendo questões referentes à conjugalidade e entrevista semi-estruturada individual com cada cônjuge. Com base na análise dos casos, identifica-se a brevidade com que aparece o período do namoro, a importância do casamento como uma relação satisfatória e a falta de tempo como uma das maiores dificuldades entre os cônjuges no cotidiano do casamento. Os resultados deste estudo apontam para a necessidade de mais pesquisas no intuito de entender como se estabelece o processo de formação do casal frente às especificidades dos cônjuges na atualidade.

Downloads

Publicado

2015-01-20

Edição

Seção

Artigos