Aconselhamento psicológico e psicologia positiva na saúde pública: escuta como produção de saúde

Autores

  • Fabio Scorsolini-Comin Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.4991

Palavras-chave:

aconselhamento psicológico, saúde pública, Psicologia Positiva.

Resumo

O objetivo deste estudo teórico é apresentar e discutir o aconselhamento psicológico no campo da saúde pública como forma de proporcionar uma escuta enquanto produção de saúde, ou seja, partindo do pressuposto de que o espaço criado para a fala acerca dos problemas vivenciados já constitui uma ferramenta capaz de produzir bem-estar. A Psicologia Positiva é trazida como abordagem adequada aos pressupostos da saúde pública e do aconselhamento por privilegiar o domínio da saúde na compreensão do ser humano, suas virtudes e potencialidades. Refletindo sobre a formação profissional em Psicologia no campo da saúde pública, o aconselhamento é apresentado também como possibilidade de inserção do estagiário neste cenário e de aprendizagem significativa acerca das competências e habilidades que devem atravessar e constituir o ser profissional. Conclui-se que a escuta pode ser valorizada pelos profissionais de saúde como forma de aproximá-los dos clientes e potencializar o desenvolvimento e o reconhecimento de recursos para a promoção do bem-estar.

Biografia do Autor

Fabio Scorsolini-Comin, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Professor Adjunto do Departamento de Psicologia do Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (IELACHS-UFTM). Psicólogo, Mestre e Doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP).

Downloads

Publicado

2017-07-05

Edição

Seção

Artigos