A QUESTÃO DO SUJEITO E AS PRÁTICAS DAS CIÊNCIAS DA SAÚDE

Autores

  • Cristiane de Almeida Pacheco
  • Gloria Schweb Sadala

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.800

Palavras-chave:

Ciências da Saúde. Sujeito. Psicanálise.

Resumo

O presente artigo apresenta algumas considerações acerca da importância da inclusão do discurso do sujeito nas práticas das ciências da saúde. Isto porque a sociedade contemporânea, sob influência do discurso capitalista, da ciência e da tecnologia, tende a excluir o sujeito. A partir da teoria e prática psicanalítica que ressaltam a singularidade, dando relevância ao saber do sujeito sobre seu sofrimento, propomos uma reflexão sobre as práticas das ciências da saúde, focalizando especialmente a avaliação diagnóstica. Para isso partiremos de um estudo acerca da questão do sujeito, revendo seu lugar nas práticas das ciências da saúde na atualidade a fim de apontarmos possíveis contribuições da psicanálise para estas práticas.

Downloads

Publicado

2009-09-13

Edição

Seção

Artigos