POBRES DIGNOS: IMIGRANTES ITALIANOS EM CONFLITUOSAS RELAÇÕES DE TRABALHO

Autores

  • Rosane Siqueira Teixeira

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.822

Resumo

Este artigo aborda casos de conflitos caracterizados pela violência física, moral, econômica e racial, por questões de trabalho, que envolvem imigrantes italianos oriundos de diversas regiões da Itália e outras etnias, usando como fonte processos criminais. O presente trabalho visa compreender os valores que orientavam uma conduta violenta nos conflitos cotidianos, investigando as chances de solidariedade entre as etnias nas ações individuais, principalmente entre os italianos. Nesta perspectiva, o trabalho evidenciou que as diferenças regionais entre os italianos limitavam a solidariedade do grupo, sobretudo dos setentrionais e da Itália central em relação aos meridionais. A análise dos processos também evidenciou que os principais valores que orientavam uma conduta violenta nos conflitos cotidianos eram os de receber um salário justo e de ter liberdade de movimento. Esses valores foram verificados para todas as etnias em questão. Palavras-chave: processos criminais; conflitos cotidianos; imigrantes italianos.

Downloads

Publicado

2009-04-21

Edição

Seção

Artigos