O ensino com a pesquisa engendrando a práxis docente: um estudo com acadêmicos de pedagogia

Autores

  • Luziêt Maria Fontenele-Gomes Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia http://orcid.org/0000-0001-9044-6257
  • Maria de Cássia Passos Brandão Gonçalves Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i48.8331

Palavras-chave:

Ensino com pesquisa. Docência universitária. Educação de jovens e adultos.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo discutir o ensino com pesquisa na formação de professores por ser uma metodologia que possibilita o protagonismo do estudante, no qual ele é o autor e proponente do seu processo de aprendizagem. O material de análise é constituído por textos escritos produzidos pelos estudantes de Pedagogia, matriculados na disciplina Educação de Jovens e Adultos, participantes dessa experiência, composto por depoimentos dos professores e alunos da EJA da rede municipal de ensino, obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas; registros de observações realizadas em salas de aula de EJA. Analisou-se a constituição e o desenvolvimento dessa prática, dialogando com autores como: Cunha (s.d.); Esteves (2001); Soares (2012, 2013a, 2013b) dentre outros, que, ao se debruçarem sobre a formação na universidade, têm criticado o ensino por meio da aula magistral e apresentado o ensino com pesquisa como uma das possibilidades metodológicas para a formação de um profissional mais crítico e com autonomia, capaz de tomar decisões frente às incertezas do seu campo de atuação. O ensino com pesquisa convoca os professores universitários a enfrentarem os desafios da formação em suas diversas dimensões: social, cultural e pedagógica. Essa última dimensão – a pedagógica – ao pressupor o deslocamento da docência centrada no professor para o protagonismo do estudante, busca a unicidade existente entre teoria e prática e, também, a articulação necessária entre universidade e escola.

Biografia do Autor

Luziêt Maria Fontenele-Gomes, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Mestre em Letras: Cultura, Educação e Linguagens, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; graduação em Letras, pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Cabo Frio; Especialização em Problemas do Desempenho Escolar, pela Faculdade de Humanidades D. Pedro II, do Rio de Janeiro. Professora Assistente do Departamento de Ciências Humanas e Letras, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (1995); Coordenadora do Núcleo de Educação de Jovens e Adultos (NEPEJA); Coordenadora do Subprojeto Interdisciplinar do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência com Linha de Ação em Educação de Jovens e Adultos, em convênio com a Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (PIBID UESB/CAPES). Atua nas áreas de Linguagem, Leitura, Linguística Aplicada e tem experiência na área de Educação de Jovens e Adultos em situação de privação de liberdade.

Downloads

Publicado

2016-07-04

Edição

Seção

Artigos