Dupla estrutura da linguagem e do conhecimento em Heidegger

Autores

  • Cezar Luís Seibt UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ - UFPA

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v51i1.9859

Palavras-chave:

Linguagem, Conhecimento, Heidegger

Resumo

O texto apresenta a linguagem e o conhecimento a partir de dois níveis: o nível dos entes e o nível do ser. Cotidianamente nos movemos numa compreensão da linguagem e do conhecimento baseada na entificação ou coisificação. Perdemos a conexão com o solo e as raízes pré-conceituais onde nossos empreendimentos se assentam. O pensamento de Martin Heidegger pode ser alerta para o perigo de que ao reduzir tudo a ente, a objeto, perdemos a capacidade de pensar, de manter conexão com o originário e, com isso, nos tornamos dependentes das coisas que criamos e com que lidamos cotidianamente. Vamos apresentar e distinguir esses dois níveis da linguagem e do conhecimento a partir do pensamento de Heidegger e da interpretação de Ernildo Stein.

Biografia do Autor

Cezar Luís Seibt, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ - UFPA

Doutor em filosofia. Docente na pós-graduação em Educação e na pós-graduação em Psicologia.

Downloads

Publicado

2019-01-05

Edição

Seção

Artigos