Direito, transnacionalidade e sustentabilidade empática

Marcelo Buzaglo Dantas, Maurizio Oliviero, Paulo Marcio Cruz

Resumo


O presente artigo científico possui como objetivo discutir alguns aspectos dos postulados da transnacionalidade jurídica e de suas teorias e práticas avaliadas e descritas em suas trajetórias evolutivas, seus paradigmas estruturais e relações com a sociedade e a história. E também a partir do espargimento da sustentabilidade como possível novo paradigma das ciências no mundo globalizado e suas possíveis repercussões no direito e na ciência jurídica. Na metodologia foi utilizado o método indutivo na fase de investigação; na fase de tratamento de dados o método cartesiano e no relatório da pesquisa foi empregada a base indutiva. Foram ainda acionadas as técnicas do referente, da categoria, dos conceitos operacionais, da pesquisa bibliográfica e do fichamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rdunisc.v2i49.7911

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo