IDENTIDADES E DIFERENÇAS: UM DESAFIO ÀS RELAÇÕES PSICOSSOCIAIS NA SALA DE AULA

Olga Solange Herval Souza

Resumo


Este artigo é um recorte da minha Tese de doutorado, defendida em Porto Alegre, na UFRGS, em 2002, que Se constituiu em uma análise de práticas pedagógicas de um grupo de professores que atuavam no ensino fundamental e médio, e tinham em suas salas de aula, alunos com necessidades educacionais especiais.Realizei um estudo de campo, fundamentada nos pressupostos da pesquisa-ação, onde os sujeitos implicados tiveram algo “a dizer e a fazer”, desempenhando um papel ativo dentro da realidade em que os fatos foram observados. O escopo deste escrito, compõe-se de uma breve abordagem acerca da trama psicossocial que é construída no universo da sala de aula entre os diferentes sujeitos que ali convivem e interagem. Segundo o entendimento dos participantes do estudo, este tecido relacional é um fator que intervém na prática docente, e no processo de ensino/aprendizagem de forma a comprometer ou favorecer o desempenho escolar dos alunos, em particular daqueles que se destacam por suas diferenças e evocam uma atenção especial. Como aporte teórico, tomei por empréstimo algumas concepções de autores, entre eles: Paulo Freire, Philippe Perrenoud, Ramón Vallejo, Carlos Alberto Marques, Marisa Eizirik, Maria Cristina Mantovanini entre outros.

Palavras-chave


Identidades, diferenças, convivência e sala de aula.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v15i1.224

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo