Informatics applied to health evaluation and promotion: online platform for filling in questionnaires

Guilhermy Camargo, Priscilla Rayanne Silva Noll, Carlos Henrique Pereira Bento, Matias Noll

Resumo


Objective: This study was conducted with the objective of developing and evaluating a computerized platform for health promotion for workers of the Instituto Federal Goiano Campus Ceres. Method: The system was developed using markup languages (HTML, CSS) for presentation and styling of the interface and programming languages (PHP, JavaScript) for forms data management, connecting to the database, and dynamic user-system interaction. The graphic framework Bootstrap was also used to increase the visual aspect. The main tools employed were the folowing: Atom (for code editing); FileZilla Client (for FTP files maintenance); and phpMyAdmin (for database management). The system was evaluated by means of a questionnaire created for this purpose, which was completed by 41 workers. Results and final considerations: The results indicate that the platform is useful, innovative, and applicable to various worker populations. Health informatics is a continuously expanding area. Thus, efficient and effective information collection and maintainance systems are essential.

Texto completo:

PDF

Referências


Gomez CM, Thedim-Costa SMF. Precarização do trabalho e desproteção social: desafios para a saúde coletiva. Ciência e Saúde Coletiva 1999; 4(2):411-21. doi: 10.1590/S1413-81231999000200015

Candotti CT, Noll M, Cruz M da. Prevalência de dor lombar e os desequilíbrios musculares em manicures. Arquivos em Movimento 2010; 6(1):125-40.

Oliveira MC, Berto VD, Macedo CSG. Prevalência de lombalgia em costureiras e correlação com a qualidade de vida e incapacidade. Arq Ciênc Saúde Unipar 2004; 8(2):111-9. doi: 10.25110/arqsaude.v8i2.2004.225 4. Veloso IS, Santana VS. Impacto nutricional do programa de alimentação do trabalhador no Brasil. Rev Panam Salud Publica/Pan Am J Public Health 2002;11(1):24-31. doi: 10.1590/S1020-49892002000100004

Candotti CT, Stroschein R, Noll M. Efeitos da ginástica laboral na dor nas costas e nos hábitos posturais adotados no ambiente de trabalho. Rev Bras Ciênc Esporte 2011; 33(3):699-714. doi: 10.1590/S0101-32892011000300012

Veloso IS, Santana VS, Oliveira NF. Programas de alimentação para o trabalhador e seu impacto sobre ganho de peso e sobrepeso. Rev Saúde Pública 2007;41(5):769-76. doi: 10.1590/S0034-89102007000500011 7. Maciel ÁCC, Fernandes MB, Medeiros LS. Prevalência e fatores associados à sintomatologia dolorosa entre profissionais da indústria têxtil. Rev Bras Epidemiologia 2006;9(1):94-102. doi: 10.1590/S1415-790X2006000100012

Zaragoza JME. O mal-estar docente: a sala de aula e a saúde dos professores. São Paulo: EDUSC; 1999.

Gasparini SM, Barreto SM, Assunção AA. O professor, as condições de trabalho e os efeitos sobre sua saúde. Educ Pesqui 2005; 31(2):189-99. doi: 10.1590/S1517-97022005000200003

Reis EJFB dos, Araújo TM, Carvalho FM, Barbalho L, Silva MO. Docência e exaustão emocional. Educ Soc 2006;27(94):229-53. doi: 10.1590/S0101-73302006000100011

Buss PM. Promoção da saúde e qualidade de vida. Ciên Saúde Colet., 2000;1(5):163-77. doi: 10.1590/S1413-81232000000100014

Inglesias A, Dalbelo-Araujo M. As concepções de promoção da saúde e suas Implicações. Cad. Saúde Colet 2011;19(3):291-8.

de Farias CRG, Miyazaki FA, Zhuofan W, Macedo AA. Aplicação de Avaliação Heurística no Desenvolvimento de Sistemas de Informação em Saúde. Anais.. Bento Gonçalves: [s.n.], 2009.

Schwonke CRGB, Filho WDL, Lunardi VL, Santos SSC, Barlem ELD. Perspectivas filosóficas do uso da tecnologia no cuidado de enfermagem em terapia intensiva. Rev Bras Enferm 2011;64(1):189-92. doi: 10.1590/S0034-71672011000100028

Ribeiro IL, Costa ICC, Santa Rosa JGS. Softwares para os serviços de saúde: uma revisão integrativa a respeito de pesquisas brasileiras. Revista Brasileira de Inovação Tecnológica em Saúde 2014;4(3):45-56. doi: 10.18816/r-bits.v4i3.5638

Pressman RS. Engenharia de Software: uma abordagem profissional. 7. ed. Porto Alegre: AMGH, 2011.

Brasil. Secretaria Especial de Informática. Proposta de plano setorial de informática em saúde: relatório da Comissão Especial de Informática em Saúde. Brasília: Secretaria Especial de Informática, 1988.

Pinochet LHC. Tendências de tecnologia de informação na gestão da saúde: O mundo da saúde. São Paulo, 2010: EAESP/FGV.

Evora YDM. Processo de informatização em enfermagem: orientações básicas. São Paulo: EPU, 1995.

Lopes MV de O, Araújo TL. Processo de informatização em saúde: temas abordados em artigos publicados no período de 1978 a 1998. Rev Esc Enferm USP 2002; 36(1): 25-32. doi: 10.1590/S0080-62342002000100005 21. Sommerville I. Engenharia de Software. São Paulo, p. 38-46, 2003

Ekman A, Litton JE. New times, new needs; e-epidemiology. Eur J Epidemiol 2007; 22(5):285-92. doi: 10.1007/s10654-007-9119-0

Faleiros F, Käppler C, Pontes FAR, Silva SS da C, Goes F dos SN, Cucick CD. Uso de questionário online e divulgação virtual como estratégia de coleta de dados em estudos científicos. Texto Contexto Enferm 2016; 25(4):e3880014. doi: 10.1590/0104-07072016003880014 24. Internet World Stats. 2017. Disponível em: . Acesso em: 08 jul. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rips.v1i1.11945

Apontamentos

  • Não há apontamentos.