Paternidade e síndrome de down: uma análise do filme “O filho eterno”

Beatris Silveira da Fonte, Pâmela Schultz Danzmann, Ana Claudia Pinto da Silva, Luciane Najar Smeha

Resumo


Objetivo: discutir o processo de aceitação da paternidade diante do nascimento de um filho com síndrome de Down, a partir da análise do filme “O filho Eterno”. Método: trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e delineamento exploratório. As cenas foram apresentadas no audiovisual e passaram por uma análise de conteúdo temática que resultou em quatro categorias finais. Resultados: a paternidade que é mostrada no filme impacta por revelar sentimentos intensos de angústia, medo, negação e rejeição. O processamento da  perda do filho idealizado é lento e fica crônico nas fases iniciais, o que prejudica o vínculo pai-filho. A reorganização do pai, na trama do filme, só acontece quando o menino já está na puberdade, momento que ele ressignifica a paternidade e consegue se aproximar do filho com síndrome de Down. Conclusão: ressalta-se que o tempo previsto para a aceitação do diagnóstico pode variar muito em cada situação, porém as dificuldades que retardam o avanço na elaboração da perda do filho ideal, pode afetar negativamente o vínculo pai-filho.

Palavras-chave


Paternidade; Síndrome de Down; Relações pai-filho.

Texto completo:

PDF

Referências


Skotko BG, Levine SP, Macklin EA, Goldstein RD. Family perspectives about Down syndrome. Am J Med Genet A 2016;170A(4):930-41. doi: http://dx.doi.org/10.1002/ajmg.a.37520

Bottoli C, Gonçalves L. Paternidade: a construção do desejo paterno. Barbarói 2019; 1(48):158-204. doi: http://dx.doi.org/10.17058/barbaroi.v0i48.7566

Annunziata, PMA, Morales-Cabello C. El protagonismo de la familia en la atención temprana de niños y niñas con Síndrome de Down, Chile. Rev.latinoam.cienc.soc.niñez juv 2019;17(2): 1-21. doi: http://dx.doi.org/10.11600/1692715x.17207

Marchal JP, Maurice-Stam H, van Trotsenburg ASP, Grootenhuis MA. Mothers and fathers of young Dutch adolescents with Down syndrome: health related quality of life and family functioning. Res Dev Disabil 2016;59:359-69. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ridd.2016.09.014

Avena ME, Rabinovich EP. Família, Paternidade e Parentalidade. In: Moreira LV de C, Rabinovich EP, Zucoloto PCS (Orgs). Paternidade na sociedade contemporânea: o envolvimento paterno e as mudanças na família. Curitiba: Jurúa; 2016. p. 66-79.

Beighton C, Wills J. How parents describe the positive aspects of parenting their child who has intellectual disabilities: a systematic review and narrative synthesis. J Appl Res Intellect Disabil 2019; 32(5):1255-79. doi: http://dx.doi.org/10.1111/jar.12617

Johansson A, Ewertzon M, Andershed B, Anderzen-Carlsson A, Nasic S, Ahlin A. Health-related quality of life--from the perspective of mothers and fathers of adult children suffering from long-term mental disorders. Arch Psychiatr Nurs 2015; 29(3):180-5. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.apnu.2015.02.002

Henn CG, Piccinini CA, Garcias G de L. A família no contexto da Síndrome de Down: revisando a literatura. Psicol. estud 2008;13(3):485-93. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722008000300009

Takataia K, Yamazaki Y, Minuzo E. Perceptions and Feelings of Fathers of Children With Down Syndrome.Arch Psychiatr Nurs 2016;30(5):554-61. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.apnu.2016.04.006

Gage J, Kirk R. First-Time Fathers: perceptions of preparedness for fatherhood. Can J Nurs Res 2016;34(4):15-24.

Skotko BG, Levine SP, Goldstein R. Having a Son or Daughter with Down Syndrome: Perspectives from Mothers and Fathers. Am J Med Genet A 2011;155A(10):2348-59.

Penafria M. Análise de Filmes - conceitos e metodologia(s). In: VI Congresso SOPCOM. 2009 abr 1-12. Lisboa. Lisboa : Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia; 2009.

Santos MARD, Gordo MDESC, Santos CAFD. Análise fílmica e educação: metodologia e necessidades formativas docentes. Revista Educação e Cultura Contemporânea 2019; 17(47):50-78

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. 2016. 228 p.

Silva AH, Fossá MIT. Análise de conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para análise de dados qualitativos. Qualitas Revista Eletrônica 2015;16(1):1-14. doi: http://dx.doi.org/10.18391/qualitas.v16i1.2113

Franco V. Paixão-dor-paixão: pathos, luto e melancolia no nascimento da criança com deficiência. Rev. Latinoam. Psicopat. Fund 2015;18(2):204-220. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1415-4714.2015v18n2p204.2

Ferreira M, Pereira MRP, Smeha LN, Paraboni P. Repercussões do Diagnóstico de Síndrome de Down na Perspectiva Paterna. Psicol. cienc. prof 2019;39(e181365):1-14. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1982-3703003181365

Klaus M, Kennell J. Pais /Bebê: a formação do apego. Porto Alegre: Artes Médicas. 1993. 329 p.

Rivas L, Smeha LN. A síndrome de Down e os profissionais da saúde: contribuições para o vínculo mãe-bebê. Rev disciplinarum scientia 2019;18(1):59-72.

Halbersdtadt BA, Moraes BM, Souza APR. Evaluation of children with Down’s Syndrome through ICF-CJ:comparison of parents‘and therapists’ vision. Distúrb Comun 2019;31(3):454-63. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1982-3703003181365

Núñez B. Familia y descapacidad de la vida cotidiana a la teoria. Buenos Aires: Lugar Editora. 2007. 296 p.

Cabrera NJ, Volling BL, Barr R. Fathers Are Parents, Too! Widening the Lens on Parenting for Children's Development. Child Devevolpmet Perspectives 2018;12(3):152-7. doi: http://dx.doi.org/10.1111/cdep.12275

Marriaga GA, Arango LZ, Acevedo MB.. Encuentro del padre con su hijo con síndrome de Down: sufrimiento y empatía. Pensamiento psicológico 2019;16(2):111-21.

Aoki OCS de F. A construção da parentalidade na interação com filhos com Síndrome de Down. [Dissertação]. São Paulo: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo; 2016.

Rosado JS, Wagner A. Qualidade, ajustamento e satisfação conjugal: revisão sistemática da literatura. Pensando famílias 2015;19(2):21-33.

Marshack EL, Lasisnki EE, Willins C. Listening to fathers: personal impacts of raising children with Down syndrome. Sage Journals 2016;23(3):310-26. doi: http://dx.doi.org/10.1177%2F1744629518801112

Durmaz A, Cankaya T, Durmaz B, Vahabi A, Gunduz C, Cogulu O, Ozkinay F. Interview with parents of children with Down syndro me: their perceptions and feelings. Indian J Pediatr 2011;78(6):698-702. doi: http://dx.doi.org/10.1007/s12098-010-0315-7




DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rips.v3i1.16259

Apontamentos

  • Não há apontamentos.