ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO - ZEE - PARA SISTEMAS ORGÂNICOS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

Claudete Rempel, Rafael Rodrigo Eckhardt, Glauco Schultz, Eduardo Périco, Carlos Candido da Silva Cyrne

Resumo


Entre os mecanismos de planejamento à disposição do Poder Público e passíveis de serem utilizados no planejamento territorial está o Zoneamento Ecológico-Econômico – ZEE –, que busca a compatibilização entre o desenvolvimento econômico e a qualidade ambiental. O objetivo deste trabalho é determinar zonas para promoção ou implantação de cultivo de alimentos orgânicos no município de Arroio do Meio/RS. O estudo desenvolveu duas propostas com o objetivo de reconhecer as características ambientais e territoriais do município e a vocação das diferentes áreas no que tange à ocupação antrópica e à conservação ambiental: 1) ZEE com a indicação dos usos e ações recomendados para a utilização racional do território; 2) rotinas de apoio à decisão para a determinação da aptidão. Os resultados das duas avaliações apontaram que o município apresenta aproximadamente 40% de sua área enquadrada como zona de uso intensivo, apresentando aptidão para a promoção da produção de alimentos orgânicos.

Palavras-chave


agricultura orgânica; zonas de uso da terra; sistema de informação geográfica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/tecnolog.v16i2.3178

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo