O processo de urbanização na província de Córdoba, Argentina. Para uma empirização do tempo

Franco Gastón Lucero, Maria de los Ángeles Galfioni, Mónica Donadoni, Analía Emiliozzi, Jorge Luis Hernández

Resumo


A atual configuração territorial dos assentamentos populacionais urbanos da Argentina foi o resultado de um longo processo histórico de construção social, que tem respondido ao contexto político-econômico da história do país, fortemente influenciada pela sua inserção na divisão internacional do trabalho.
As cidades, pontos nodais das economias internas, mostram uma estrutura e dinâmica populacional próprias, resultante do seu comportamento demográfico interno e sua relação sistêmica com outras unidades em assentamentos populacionais formando um sistema urbano provinciano solidário às estratégias nacionais.
O objetivo deste trabalho é estudar a evolução e a distribuição da população e assentamentos urbanos na província de Córdoba e sua relação com os diferentes períodos da história socioeconômica e política da Argentina, tentando identificar alguns problemas emergentes dessa configuração.
O período de interesse, entre 1869 e 2010, foi definido pela disponibilidade de censos nacionais que contribui com base empírica para esta proposta e os resultados são apresentados em termos de análise e reflexão dos indicadores sintéticos e expressões cartográficas.

Palavras-chave


processo de urbanização, sistema urbano, contexto político-econômico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/agora.v17i1.6159

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo