NARRATIVA FANTÁSTICA, EFEITOS DE SENTIDOS E EDUCAÇÃO NA OBRA HARRY POTTER

Angela Alenice Rothmund, Felipe Gustsack

Resumo


Este trabalho tem por finalidade expor os passos iniciais de formar-se pesquisador em um Programa de Pós Graduação em Educação, e os percursos para a construção de um projeto de pesquisa o qual carrega inicialmente o nome Narrativa Fantástica, efeitos de sentidos e Educação na obra Harry Potter. Estando vinculado ao Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado da UNISC, na Linha de Pesquisa: Linguagens, Aprendizagens e Tecnologias na Educação. Com o aporte da Teoria da Análise do Discurso e da Teoria da Complexidade busca-se pesquisar as interlocuções entre as narrativas fantásticas e os sentidos da Educação atravessados pelos processos de tornar-se leitor. A escolha da Teoria da Análise do Discurso vai de encontro ao seus percursos e entrelaçamentos entre Ideologia, Psicanálise e Linguagem. Em que Pêcheux busca unir teorias duras e normalmente distantes entre sí na academia, e as coloca em diálogo, o qual leva a Teoria da Análise do Discurso. Além disso, na Teoria da Complexidade, autores como Morin, irão trazer as questões do pesquisador atuante como parte intrínseca da pesquisa, assim como a função do caos e da desordem ter espaço e relevância em uma pesquisa e nas relações com o mundo. Existe ainda um distanciamento de um método pré-estabelecido e estanque que direciona a pesquisa desde sua partida até a construção de conhecimento. Entendemos que o percurso deve ser seguido de acordo com os encontros da pesquisa. Temos o critério de Cientificidade e da Complexidade para pensamos o caminhar da pesquisa, mas buscamos circunscrever o trajeto de acordo com a experiência da pesquisa e os caminhos que ela toma em sua trajetória. Portanto existe sim um método, contudo ele somente será visível e passível de descrição quando a pesquisa termina seu trajeto. Sendo assim, compartilho que o próprio método é não ter um caminho já construído e pré-determinado a priori. Afinal, não é possível descrever anteriormente como será a experiência e os encontros de uma pesquisa que ainda não ocorreu.  A Linguagem, as vivências e experiências do ato do encontro com o corpo no mundo são partes atuantes na pesquisa e no tornar-se pesquisador nesta abordagem teórica. Uma da propostas deste do projeto é possibilitar uma movimentação no sentido de desestabilizar as certezas que cristalizam os discursos científicos, e acabam por excluir as diversas experiências de leitura, relegando a literatura fantástica ou qualquer literatura que não componha a lista de clássicos a margem das experiências de aprendizagem. Condicionando ao discurso do erudito a validade da pesquisa acadêmica, a qual acaba por se afastar e não possibilitar diálogos outros. Ressalta-se ainda a relevância da Literatura Fantástica nos últimos vinte anos, e seu grande alcance e disseminação com o público jovem. Por fim visa trazer para a academia discussões sobre a Literatura Fantástica e o diálogo com seu tempo, trazendo os vieses da aprendizagem e da educação perpassarem também pelo prazer da leitura, sem se restringir as leituras duras e científicas. Essas são algumas intenções, dentre elas não temos pretensão de sanar toda a temática, e além disso por estamos em um início de pesquisa não podemos e nem desejamos afirmar quais serão seus desfechos.

Palavras-chave


Educação; Literatura;Narrativa.;Análise do Discurso.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.