ACOLHIMENTO AO PACIENTE PSIQUIÁTRICO NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA PERSPECTIVA DA PSICOLOGIA EM HOSPITAL DE ENSINO NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Luiza Franco Dias, ana julia vognach, Daiane Carine Klein, Aline Badch, Paola Amaro da Silveira, rayssa feldmann

Resumo


Este trabalho constitui-se por meio das experiências vividas no acolhimento de pacientes psiquiátricos internados em hospital de ensino do interior do Rio Grande do Sul. A atuação do psicólogo no acolhimento a estes pacientes é realizada por meio de escuta ativa e avaliação do quadro clinico e da adaptação hospitalar. Estes casos, normalmente chegam ao hospital por meio das portas de entrada de urgência e emergência, sendo resolvidos no pronto atendimento (PA). O envolvimento das áreas “psi”, através de avaliação psiquiátrica e acompanhamento psicológico, possibilitam uma resolutividade que não estagnasse no modelo hospitalocêntrico do cuidado a saúde mental. Compreende o paciente dentro de suas necessidades, trabalhando com referenciamento do mesmo aos serviços especializados da rede de saúde, como os CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e serviços de referência territorial, como as UBS (Unidades Básica de Saúde) em que estes estão cadastrados. O trabalho foi delineado a partir de estudos exploratórios, descritivos e qualitativos, buscando aproximar a teoria da prática profissional da Psicologia dentro deste contexto. A metodologia do trabalho foi construída com base em artigos científicos na forma eletrônica encontrados nos Periódicos Lilasc, Scielo e Pepsic. Permitindo a partir da literatura construir uma discussão sobre acolhimento a pacientes psiquiátricos no contexto de urgência e emergência hospitalar. Este momento é marcado pela crise e desamparo na vida destes pacientes, sendo que emerge a necessidade de atuação singular, baseada no amplo leque de técnicas e ferramentas interventivas, além de boa comunicação com a equipe multiprofissional.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.