ANÁLISE INSTITUCIONAL DE UMA IGREJA CATÓLICA EM UM MUNICÍPIO NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Mariana Soares Teixeira, Francelli Heiderich Funghetto, Leticia Silva Holderbaun, Karine Vanessa Perez

Resumo


O presente trabalho possui o objetivo de apresentar os resultados provenientes da análise institucional realizada em uma paróquia localizada em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. A análise institucional apresentada neste resumo segue o modelo Roteiro Standard, postulado por Gregório Baremblitt, em sua obra “Compêndio de Análise Institucional”, publicada em 2002.  Objetivamos, com a análise realizada, compreender como a fé católica é vivenciada neste âmbito específico, e como esta vivência se relaciona às práticas do catolicismo como um todo, considerando toda a história da instituição. Para que pudéssemos compreender um pouco melhor sobre a instituição a qual estávamos inseridas, foi necessária a realização de levantamento bibliográfico quanto à história de instituição e também sobre a paróquia a ser analisada, diários de campo, questionários, conversas informais e observação participante. Percebemos que Igreja Católica continua a ser, após quase dois mil anos de existência, uma instituição de admirável concretude e vitalidade, entretanto, notamos também a existência de problemas referentes ao caráter tradicionalista da Igreja, que determinam as produções de sentido da população acerca do catolicismo. Buscamos entender os modos de subjetivação produzidos pelo catolicismo e, também, pelo Cristianismo em sua integridade. Para analisar essas questões no âmbito local, realizamos entrevistas com membros da comunidade católica local, visando ao esclarecimento das questões referentes à fé católica e ao envolvimento com a Igreja como uma instituição. A maioria dos encontros foram realizados com sacerdotes da paróquia, o que nos possibilitou colocar em pauta algumas questões teológicas e como as constantes mudanças socioculturais afetam a retenção de fieis por parte da Igreja, assim como as maneiras que a Igreja encontra de lidar com tais mudanças. Realizamos entrevistas com membros da comunidade católica local, visando ao esclarecimento das questões referentes à fé católica e ao envolvimento com a Igreja como uma instituição. Exploramos com a instituição a relação dos jovens com a igreja em tempos modernos, buscando compreender as razões que levam ao seu afastamento da busca pelo catolicismo. Tratamos de questões acerca da sexualidade e como este aspecto da natureza humana foi controlado pela Igreja Católica, de diversas maneiras, ao longo dos séculos. Colocamos em evidência, ao longo do presente trabalho, o caráter culpabilizador e totalizante da Igreja Católica, e como este elemento da religião subjetiva os indivíduos e influencia seus modos de vida.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.