A IMPORTÂNCIA DA INSERÇÃO DA PSICOLOGIA NO ATENDIMENTO DE TRIAGEM INTERDISCIPLINAR NO SERVIÇO DE REABILITAÇÃO FÍSICA (SRFIS) DA UNISC.

Franciele da Silva Moitoso, Ana Julia Vognach, Carina Ferreira dos Santos, Stefanie Schmidt, Marcus Vinicius Castro Witczak

Resumo


INTRODUÇÃO: Pertencente a Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), o Serviço de Reabilitação Física Nível Intermediário (SRFis) é um projeto de extensão comunitária conveniado com o Sistema Único de Saúde (SUS). Atende a 68 municípios do Rio Grande do Sul pertencente às 8º, 13º e 16º Coordenadorias Regionais da Saúde (Vale do Jacuí, Vale do Rio Pardo e Vale do Taquari, respectivamente). O público atendido é constituído por pessoas com deficiências físicas e neuromotoras (acidentados e amputados de diferentes origens) visando à promoção e atenção à saúde integrada do usuário, bem como de seus familiares, através de seus serviços interdisciplinares e multiprofissionais. Uma das ações interdisciplinar e multiprofissional é o processo de triagem, sendo, portanto, o enfoque deste trabalho. A triagem é o primeiro contato físico entre usuário e o Serviço de Saúde e entende-se como o processo de escuta da demanda e avaliação do paciente, que por agendamento prévio via Secretaria de Saúde. O paciente é entrevistado por profissionais das áreas de Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Enfermagem e por estudantes das áreas de Fisioterapia, Enfermagem e Psicologia, caracterizando-se como uma ação interdisciplinar e multiprofissional. OBJETIVO: Portanto, o objetivo com o atendimento de triagem é identificar a demanda trazida pelo paciente em sua avaliação inicial, visando o indivíduo em seus aspectos biopsicossociais. A importância da inserção da Psicologia no processo de triagem promove uma escuta qualificada do sofrimento dessas pessoas, já iniciando uma intervenção breve e proporcionando o alívio do mesmo em relação a situação vivida. METODOLOGIA: O processo de triagem consiste em um atendimento por paciente, em que estão presentes algumas áreas de atuação do Serviço, utilizando o método de entrevistas semi-estruturadas, baseando-se no Sistema de Atendimento Integrado da UNISC. Nesse atendimento é solicitado questões referentes a identificação pessoal (endereço, telefone, documentação), o encaminhamento de Redes de Reabilitação, obrigatório para a entrada do paciente na Rede, e escutada a demanda trazida pela pessoa. RESULTADOS E DISCUSSÃO: A partir da entrevista de triagem, percebe-se que os pacientes sentem-se orientados para seu próprio processo de reabilitação. Como devoluções, eles relatam o desconhecimento da inserção da Psicologia no Serviço, e o quanto é importante para eles receber não apenas atendimento fisioterapêutico, visando o corpo, mas também o psicológico, para escutar a história de vida e o desabafo do sofrimento gerado devido ao ocorrido. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As ações em saúde multiprofissional e interdisciplinar beneficiam o paciente em seus aspectos biopsicossocial, isto é, pensando numa visão integral de ser humano, em que todas as áreas de atuação se complementam. A visão da Fisioterapia, não pensando apenas na reabilitação do corpo; a Enfermagem não apenas cuidando dos ferimentos e cicatrizações; a Terapia Ocupacional não apenas visando a reabilitação e autonomia dessa pessoa, e a Psicologia não apenas atenta para o emocional. A Psicologia insere-se justamente para fazer a interlocução em equipe, parta que todas áreas se integrem, discutam os casos, e estejam em constante reconstrução do plano terapêutico.


Palavras-chave


Psicologia; Triagem; Interdisciplinar; Multiprofissional.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.