MANIFESTAÇÕES PSICOSSOMÁTICAS EM TRABALHADORES DA SAÚDE

Caroline Maria Nunes, Karine Vanessa Perez

Resumo


Este trabalho emerge na tentativa de investigar os sintomas psicossomáticos apresentados pelos trabalhadores do campo da saúde e como enfrentam isso diariamente, já que estes profissionais estão entre os que mais adoecem em função do trabalho. A presente pesquisa, de natureza qualitativa, tem como objetivo compreender de que modo a organização do trabalho pode ocasionar estes sintomas psicossomáticos nos trabalhadores da saúde com ensino superior na cidade de Santa Cruz do Sul-RS. A ideia de que o corpo pode adoecer em decorrência do sofrimento psíquico vem recebendo cada vez mais relevância na sociedade atual. O trabalho acaba sendo, muitas vezes, o lugar desencadeante deste adoecimento, já que o mesmo é fonte de sofrimento e prazer, fatores estes que não podem ser dissociados. Por sintomas psicossomáticos, pode-se entender estes acabam surgindo em decorrência de conflitos psíquicos que quando não resolvidos ou satisfeitos, podem levar o indivíduo ao sofrimento, encontrando no corpo uma via de alívio da tensão manifestada por meio do adoecimento. Assim sendo, a doença psicossomática ocorre quando o sujeito apresenta o sofrimento psicológico em problemas fisiológicos, no qual, o corpo irá responder por meio de sintomas e queixas físicas, aspectos relacionados ao psiquismo. Desse modo, a pesquisa inicia por meio do estudo bibliográfico e, posteriormente de campo. Possui como embasamento metodológico a Psicodinâmica do Trabalho strictu sensu adaptada ao contexto local. Utiliza a metodologia da Bola de Neve para o levantamento de informações, realizada a partir de entrevistas individuais semiestruturadas. A amostra é compostas por oito profissionais da saúde com ensino superior completo, residentes do município de Santa Cruz do Sul - RS. A Psicodinâmica do Trabalho também fundamenta a interpretação e análise deste material, tendo em vista que este tipo de metodologia busca proporcionar um espaço para escuta do trabalhador, dando significado às suas vivências, tanto de prazer quanto de sofrimento no local de trabalho. A partir da Psicodinâmica do Trabalho, este trabalho visa entender quais são os recursos que o trabalhador acaba criando para lidar e suportar a carga psíquica no trabalho, identificando os possíveis riscos que afetam a sua saúde mental. Como a pesquisa está em andamento, pode-se apontar que a partir dos resultados apreendidos durante às entrevistas, poderá ser investigado quais são os sintomas psicossomáticos apresentados pelos profissionais de saúde, participantes desta pesquisa. Além disso, por meio destes resultados, será possível refletir de que maneira o trabalho pode vir à interferir diretamente na vida e na saúde dos trabalhadores, levando-os ao sofrimento psíquico. Palavras-Chave: Sintomas Psicossomáticos. Psicossomática e Trabalho. Prazer e Sofrimento no Trabalho. Trabalhador da Saúde. Psicodinâmica do Trabalho.

Palavras-chave


.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.