Experiências lúdicas no processo de aprendizagem de Língua Espanhola

Amanda Carolina da Silva, Tainá Juliana Theves, Vera Lúcia Silva Travi

Resumo


No subprojeto Pibid Língua Espanhola, foram desenvolvidas oficinas com alunos daEscola Estadual Professor Luís Dourado. Durante o trabalho realizado com os estudantes dosquartos anos, utilizamos a cultura como meio de introduzir os mesmos na língua alvo.Enfocamos o desenvolvimento do vocabulário e a cultura espanhola, em que o lúdico teve papelfundamental no processo de aquisição do léxico, sem que houvesse necessidade de umaabordagem estruturalista e normativa. A cultura é um fator fundamental na aprendizagem deuma língua estrangeira, pois possibilita que o discente conheça a posição sociopolítica de outrospaíses de modo que possa assemelhar e diferenciar diversas culturas. Segundo oReferencial Curricular (2009), todos têm direito a aprender línguas estrangeiras, pois esteconhecimento permitirá que compreendam melhor sua realidade, bem como desenvolver umaflexibilidade e autonomia maior para entender o mundo ao seu redor. Partimos da elaboraçãode atividades teóricas para então desenvolver práticas lúdicas, que serviram como motivação eaumentaram o interesse dos aprendizes em relação ao objeto de estudo, como explica Kishimoto(1994). Essas atividades, tais como: jogo da forca, cruzadas, desenho, memória, etc, foramessenciais para o desenvolvimento do restante do projeto, já que elas ampliaram o aprendizadode novos vocábulos que apareceram ao longo das oficinas de língua espanhola. A cada novoencontro que tínhamos com os alunos, elaborávamos atividades diversas para que o interessese mantivesse ao longo do tempo. Trabalhamos com cultura cinematográfica, com os sentidos(tato e visão), com a cultura mexicana (Dia dos Mortos) e com músicas, o que se mostrou muitopositivo. Segundo Bock (1999), a preocupação do ensino tem sido a de criar condições para que oaluno queira aprender. Sem dúvida, não é uma tarefa fácil, afinal, é preciso haver uma necessidadeou desejo. Para o docente há um duplo desafio: identificar a necessidade e apresentar um objetivoadequado para que haja satisfação tanto do professor quanto do aluno. Ao longo do semestre1 Graduanda do curso de Letras Português/Espanhol da UNISC e bolsista do subprojeto Pibid Espanhol.2 Graduanda do curso de Letras Português/Espanhol da UNISC e bolsista do subprojeto Pibid Espanhol.3 Professora Mestre do Departamento de Letras da UNISC e coordenadora do subprojeto Pibid Espanhol .incentivamos uma competição saudável entre meninos e meninas, o que acabou os estimulando a participar ainda mais. Em termos de resultados podemos destacar o envolvimento por parte dos educandos e o uso e aquisição de vocabulário em Língua Espanhola, mostrando, assim, que a abordagem diferenciada fez-se muito positiva. Palavras-chave: Língua espanhola. Cultura. Atividades lúdicas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.