Dicionário bilíngue: aquisição de vocabulário e cultura

Lilian Karen Vera Espíndola, Sabrina Bencke, Vera Lúcia Silva Travi

Resumo


A E.E.E.F. Nossa Senhora do Rosário é uma escola especializada em atender alunos surdos na região do Vale do Rio Pardo, na qual escolhemos trabalhar com a turma de surdos do sétimo ano, pois acreditamos que é necessário apresentar diferentes culturas para a inserção deles num mundo globalizado. A perspectiva bilíngue é muito importante, pois levamos em consideração a criação de diferentes ambientes linguísticos para aquisição da Libras como primeira língua (L1) e a Língua Portuguesa como segunda língua (L2). Devido ao currículo escolar adotado conforme a Lei nº 11.161/2005 artigo 1º, inciso II, é facultada a inclusão da Língua Espanhola nos currículos plenos do ensino fundamental de 6º a 9º ano, sendo assim, a Língua Inglesa torna-se a terceira língua (L3) e apresentamos a Língua Espanhola (L4) como um diferencial, que é oferecida através de oficinas realizadas em parceria com a professora regente das aulas de Inglês. Oferecemos como proposta inicial a elaboração de um dicionário ilustrado e bilíngue, abrangendo a L2, L3 e L4. Para possibilitar o desenvolvimento das atividades utilizamos tabelas com imagens e espaços para que os alunos completem as palavras em Português, Inglês e Espanhol, pois a Libras é uma linguagem viso-espacial, na qual a partir das imagens os discentes conseguem ligar o significante com o significado. Para realizar este trabalho, nos baseamos no que Martelotta (2011) defende. Segundo ele, o ícone tem uma natureza imagística, pois suas propriedades se assemelham ao objeto que se refere, o que facilita a memorização da criança surda. Acreditamos que esta experiência proporcionada pelo Programa de Iniciação a Docência (PIBID) Unisc é de grande importância para nossa formação enquanto acadêmicas do curso de Letras, pois através das oficinas conhecemos diferentes realidades e trabalhamos de forma lúdica, adaptando os conteúdos conforme as dificuldades dos estudantes. Percebemos que não recebemos a preparação necessária para atender alunos com necessidades especiais no decorrer da graduação, sendo assim, através do PIBID temos a possibilidade de conhecer e1 Graduanda do Curso de Letras Português/Espanhol da Unisc e Bolsista do Subprojeto Espanhol2 Graduanda do Curso de Letras Português/Espanhol da Unisc e Bolsista do Subprojeto Espanhol3 Profª. Mestre do Departamento de Letras da Unisc e Coordenadora do Subprojeto Espanhol.praticar diferentes métodos didáticos ao construir, juntamente com a turma, o conhecimento em Língua Espanhola.Palavras-chave: Língua Espanhola. Dicionário Bilíngue. Surdos. Experiências.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.