O que você quer ser quando crescer? Uma visão de mundo com os olhos do Pequeno Príncipe.

Josíbia Laís Kronbauer Braun, Doris Helena Schaun Gerber

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - CAPES/ISEI - Subprojeto Pedagogia e tem como objetivo ilustrar uma sequência didática realizada no primeiro semestre de 2017, em uma escola de Ensino Fundamental de rede municipal. As práticas ocorreram em duas classes de 5º ano com o intuito de ampliar as possibilidades de aprendizagem da língua escrita e da leitura. Por meio da leitura semanal de capítulos do livro “Pequeno Príncipe – A história do filme”, de Vanessa Rubio-Barreau, buscou-se relacionar os conteúdos da proposta 2017 do PIBID, contemplando tanto as necessidades das turmas, quanto as particularidades de cada sujeito. O primeiro eixo norteador foi um questionamento com o qual se inicia o livro: O que você quer ser quando crescer? A partir desta questão solicitou-se a escrita individual de um texto. Ao lê-los percebemos perspectivas desesperançosas provindas das crianças. Muitas não se sentem capazes e motivadas a buscar algo diferente dos modelos que as cercam em relação ao seu futuro. Com isso, constatamos que a visão de mundo das turmas é muito restrita. Essa forma de expressão das crianças vem ao encontro de Kramer (1996, p. 79) que considera que a criança “apresenta uma linguagem decorrente dessas relações sociais e culturais estabelecidas, [...] ela é valorizada de acordo com os padrões de seu contexto familiar e de acordo com sua própria inserção nesse contexto”. Sendo assim, desenvolvemos um trabalho sobre as profissões, eleitas pelas crianças, para desafiá-las a buscar alternativas para diferentes situações. Nas encenações em grupos sobre capítulos da história do Pequeno Príncipe, as crianças desenvolveram empatia e compaixão em relação aos respectivos personagens. Também as crianças escreveram e reescreveram diversos textos de forma coletiva e individual. Os resultados obtidos ao longo do semestre levam-nos à reflexão de que, ao elencar atividades significativas para as crianças pode-se obter avanços1Graduanda Josíbia Laís Kronbauer Braun: bolsista de iniciação à docência do subprojeto PIBID/Pedagogia doInstituto Superior de Educação Ivoti2Mestre Doris Helena Schaun Gerber: coordenadora de área do subprojeto PIBID/Pedagogia e docente no InstitutoSuperior de Educação Ivotipositivos nas aprendizagens da leitura, da escrita, bem como na ampliação de sua visão de mundo, sem deixar de considerar a importância das diferentes profissões elencadas pelas crianças para a vida em sociedade. Partimos de momentos que envolveram as necessidades das mesmas e aliando-os a metodologias adequadas, atingimos nosso objetivo de ampliação da visão de mundo, considerando seus colegas, trabalhando em equipe, conhecendo diferentes contextos e tendo motivação para ousar e buscar novos desafios.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.