O xadrez como uma ferramenta alternativa na aprendizagem dos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, pelo intermédio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência -PIBID

Andressa Patrícia Soares Belarmino, Angeolaidi Lima Pereira, Vera Beatriz Pinto Zimmermann Weber

Resumo


A presente proposta de pesquisa foi realizada como uma das ações pedagógicas desenvolvidasno programa PIBID- Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência e surgiu de umprojeto aplicado na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nelly Dahne Logemann nomunicípio de Horizontina – RS. O mesmo tinha por tema a importância do jogo de xadrez esuas implicações no desenvolvimento lógico, com o objetivo de complementar as atividadesmatemáticas desenvolvidas em sala de aula, através de jogos que possibilitam odesenvolvimento lógico, bem como estimular a atenção, concentração e resolução deproblemas, com a intensão de preparar o aluno para que seja capaz de tomar decisões emsituações que exigem raciocínio rápido. Na fundamentação teórica utilizaram-se autores comoFerracini (1998), Gardner (1994) e Starepravo (2009). De cunho qualitativo, o estudo tem comoabordagem o método observacional e de acordo com os objetivos, trata-se de uma pesquisaexploratória e descritiva. Utilizou-se o procedimento pesquisa-ação, com subsídio teórico e coma experiência prática. Primeiramente, o trabalho foi desenvolvido com a turma do 4º ano doEnsino Fundamental, ocorrendo uma vez por semana, sendo realizado no turno inverso à aula.Ao percebermos o interesse dos outros alunos no jogo e com intuito de dar continuidade a estetrabalho, disponibilizou-se o mesmo durante o recreio, para que assim, todas as turmas tivessemacesso a ele. Desta forma, foram organizados dois espaços na escola especificamente para isto,1 Graduanda. Bolsista de Iniciação à Docência. Oficinas de jogos didáticos/ Escola Municipal de EnsinoFundamental Nelly Dahne Logemann. Faculdade SETREM.2 Graduanda. Bolsista de Iniciação à Docência. Oficinas de jogos didáticos/ Escola Municipal de EnsinoFundamental Nelly Dahne Logemann. Faculdade SETREM.3 Mestre em Educação nas Ciências UNIJUI. Coordenadora de área. Faculdade SETREM.sendo um deles uma pintura grande no pátio, área externa, onde cada um poderia se tornar peça do jogo, ou seja, um xadrez humano, o outro então, pinturas em tamanho real nas mesas, também da área externa da escola. Obteve-se como resultados, alunos mais interativos e interessados na constituição de seu aprendizado. Percebeu-se que este trabalho auxiliou no desenvolvimento da lateralidade dos alunos, formulação de estratégias, respeito às opiniões e decisões dos colegas, trabalho em equipe, paciência, atenção, concentração, memória e imaginação, de modo a produzir resultados nos rendimentos e aprendizagens em sala de aula. Assim, concluímos que os nossos objetivos foram alcançados, ficando claro, após vários momentos de jogos, que o xadrez é mais do que um jogo, é uma oportunidade de ajudar as crianças a desenvolver o raciocínio e criar relações sociais saudáveis, e ainda, possibilita, às crianças criar estratégias de raciocínio para a produção do conhecimento em todos os momentos de aprendizagem na escola.Palavras-chave: Xadrez. Aprendizagem. Raciocínio lógico. Interação.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.