PIBID- A essência da reflexão e o prazer da escrita

Vânia Barbosa da Silva, Thuany Heinzmann

Resumo


O presente trabalho aborda experiências vividas em sala de aula com alunos do PIBID, queservem de inspiração para reflexões. E estas como suporte para a descoberta do prazer naescrita. Hoje, atuamos na Escola Estadual Walter Herrmman, em duas turmas de 1º ano doEnsino Médio. Mas foi em 2015, na Escola Estadual Mathias Schütz, que tudo começou. Serbolsista do PIBID é ter a oportunidade de vivenciar a docência enquanto ainda acadêmicos, oque significa um crescimento tanto para nós, quanto para os alunos. Todo o planejamento éfeito nas reuniões do PIBID- Subgrupo Letras-Português. Neste momento, compartilhamosmuitas informações, dinâmicas e ideias, uma troca que contribui para a garantia da qualidadede nossas aulas. Refletir é internalizar as informações, transformando-as em conhecimento. Edele tirar suas conclusões, chegar à sua opinião a respeito do novo, mesclando-o com aquelasjá existentes, já conhecidas, como acontece no processo de aquisição de uma nova linguagem,explicado pela Linguística cognitiva. Esse movimento é o que esperamos que nossos alunossejam capazes de fazer, uma vez que é dever do professor despertar neles o interesse peloaprendizado e a curiosidade pela vida. Dar-se conta de si dentro do universo e saber-se partedesse todo. Mas acima de tudo, enxergar-se parte dele. Pensar as nossas aulas é uma forma detirar conclusões. Avaliar nossa atuação a cada aula, nos permite criar diferentes modos dechegar ao nosso objetivo, que é o aprendizado e a formação do aluno em cidadão crítico eparticipativo na sociedade em que vive. Mas, para além disso, refleti-las significou para mim adescoberta do prazer de escrever. Um hábito que tornou-se sinônimo de liberdade etransformação, por isso, o desejo de compartilhar essas reflexões no Seminário Institucional doPIBID/UNISC 2017, para que outros acadêmicos também descubram a riqueza da reflexão eda escrita.Obras consultadas:MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo, Cortez Editora,2011, p. 58.Palavras-chave: Reflexão. Transformação. Docência. Inspiração.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.