Reforço escolar através de oficinas do PIBID

Letícia Bruxel Turra, Matheus Leonhardt, Matheus Ruppenthal

Resumo


Resumo: O trabalho foi desenvolvido na Escola Estadual de Educação Básica Estado de Goiás, situada no bairro Goiás do município de Santa Cruz do Sul, localizado no Estado do Rio Grande do Sul - RS. O mesmo tem como finalidade ressaltar a importância do programa tanto aos bolsistas envolvidos quanto para os alunos da escola. As atividades iniciaram-se em março do ano corrente com as turmas de 6º, 7º, 8º e 9º ano do Ensino Fundamental. Para a instituição, o objetivo maior seria um reforço do conteúdo programático que os estudantes estariam aprendendo em sala de aula com o professor titular. Para os acadêmicos, objetivou-se ter contato direto com os alunos; descobrir e aperfeiçoar a prática docente em sala de aula; posicionar-se frente as adversidades que uma turma pode proporcionar; ter o conhecimento que nem sempre o planejamento da aula será efetivado. Para tanto, ao final do primeiro semestre surgiu a ideia de integrar o programa PIBID aos estudantes do Ensino Médio, a inserção de acadêmicos no cenário escolar possibilita a vivência de uma experiência incrível, pois desde cedo já atuamos em sala de aula, nos fortalecendo a partir de experiências e aprendizagens que nos auxiliarão futuramente, na docência compartilhada. Desde o primeiro dia de oficina, os alunos já nos acolheram muito bem, pelo simples fato de verem que estávamos dispostos a ajudá-los de qualquer forma. Semanalmente são trabalhados os conteúdos que os mesmos aprendem em sala de aula, sanando dúvidas acerca dos assuntos nos quais apresentam dificuldade e assim vêm mostrando bastante interesse, uma vez que acabam tendo uma segunda oportunidade de rever o tema estudado. Diante disso, é primordial a vivência com diferentes metodologias de ensino para que possam escolher com qual se identificam mais. Assim, procura-se dar cada vez mais1 Acadêmica do 7º semestre do Curso de Matemática – Licenciatura, da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.2 Acadêmico do 3º semestre do Curso de Matemática – Licenciatura, da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.3 Acadêmico do 2º semestre do Curso de Matemática – Licenciatura, da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.autonomia e segurança para os alunos nos momentos de resolução de questões. Conduzir esse tipo de oficina é uma tarefa de grande responsabilidade, já que os alunos participantes esperam encontrar na atividade uma abordagem diferente daquela utilizada por seu professor. Desta forma, por ter um número reduzido de estudantes nas oficinas extraclasses, conseguimos dar atenção a cada um deles. As aulas abordam, principalmente, resolução de exercícios que visem à fixação dos conteúdos trabalhados com o professor titular, com a utilização de jogos como ferramenta de ensino, tivemos um feedback muito positivo dos alunos. Outra oportunidade foi a oficina de Geometria que integra todas as turmas em um encontro com duração de 2h e 30min. Em suma, as oficinas buscam ir ao encontro do trabalho realizado pelo professor titular, já que ambos partilham do mesmo objetivo, o desenvolvimento humano e cognitivo do aluno. Esperamos que até o final do ano tenhamos pessoas mais engajadas ao estudo da Matemática e com menos receio ao contato com os números. Por fim, espera-se um avanço cognitivo de todos os envolvidos nesse processo educativo no ano de 2017.Palavras-chave: PIBID. Oficina. Matemática. Reforço

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.