Relato da experiência: Trabalhando Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTs na Educação de Jovens e Adultos

Rejane Maria Reis, Alexandre Rieger, Tania Bernhard

Resumo


As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) são temas importantes para se trabalhar comadolescentes, pois nesta fase da vida é comum o sentimento de que “nada vai acontecercomigo”. Somado aos medos e fantasias, típicos também dessa etapa, muitos acabam iniciandosua vida sexual sem responsabilidade, evitando o uso do preservativo. DSTs são doençasinfecciosas, de causas múltiplas, possuem alto risco de disseminação e podem causar danosgraves à saúde. Com esse propósito foram realizadas atividades de intervenção em turmas deEducação de Jovens e Adultos (EJA) na EEEM Santa Cruz, em Santa Cruz do Sul, através doPrograma Institucional de Iniciação à Docência – PIBID, com objetivo de esclarecer esensibilizar alunos, caracterizados geralmente por não terem concluído os estudos naadolescência e entrado na fase adulta sem muitos dos conhecimentos normalmente abordadosem aulas regulares, relacionados a saúde, aprendidos rotineiramente nas escolas sobre aimportância do uso correto de preservativos masculinos e femininos, prevenção de DSTs,prática da vida saudável e a importância de realização do teste de HIV. As atividades foramdesenvolvidas de forma expositiva e dialogada com o uso de recursos audiovisuais, ilustrandoe ampliando conceitos definidos em livros didáticos. Desta forma, o aluno aprende sobre asDSTs, conhece sintomas e tratamentos existentes e gradativamente, através do diálogo eesclarecimento de dúvidas pode ser sensibilizado em relação ao aumento da incidência de DSTse a prática da vida saudável. Durante as aulas, muitos alunos se mostraram resistentes em aceitarque ao fazer sexo sem preservativo poderiam contrair uma DST. Além disso, muitos ainda nãocompreendem a importância do uso do preservativo. Insistem em afirmar ser desconfortável edesnecessário, não gostam e acreditam não correrem risco de contrair qualquer tipo de DST.Através das atividades desenvolvidas, houve, por parte dos alunos a reconstrução dos conceitos,dos discursos e hábitos, acrescentando novas informações a respeito da sexualidade como umtodo, especialmente na idade adulta.PALAVRAS-CHAVE: DSTs. Educação de Jovens e Adultos. Sexualidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.