LINGUAGEM TEATRAL NA EDUCAÇÃO

Rodrigo Martins Ruiz

Resumo


O presente relato refere-se a uma prática metodológica aplicada em um eixo temático das aulas de Linguagem Teatral na Educação no curso de Pedagogia PARFOR/UNISC. O Programa fomenta a oferta em cursos de Licenciatura para docentes em exercício na rede pública da educação básica que não tenham formação superior ou que mesmo tendo essa formação se disponham a realizar curso de licenciatura na disciplina em que atuma em sala de aula. A motivação para a proposta surgiu do desafio de encontrar uma metodologia que aproximasse os interesses das educadoras com os objetivos da disciplina. Desse modo, a realização da atividade, ainda que individual e a distância, pode ser socializada por meio do ambiente virtual, contribuindo para a ampliação da experiência pessoal com o contato do processo criativo das colegas. Os ambientes virtuais de aprendizagem, pela não linearidade que oferecem, trazem novas relações com o conhecimento, com o tempo, com a memória social. A atividade ocorreu em vários momentos. No primeiro, foram realizadas leituras e viu-se vídeos de Teatro de Formas Animadas, em que a marionete, enquanto linguagem, pertence. Após, discutiu-se o cronograma, os critérios de avaliação e o detalhamento das etapas. A atividade consistiu na confecção de uma marionete com o material e características de manipulação a livre escolha, envolvendo etapas presenciais e a distância, que perfizeram 30 horas de atividades extraclasse. As educadoras postaram no ambiente virtual da disciplina, imagens representativas do seu processo de criação, memorial descritivo dos materiais e técnicas envolvidas na confecção e biografia original para sua marionete. Após, presencialmente, deu-se a apresentação da marionete, articulando a biografia criada, motivações e explicação dos materiais/técnicas envolvidas em sua construção e as possibilidades de manipulação. A seguir, elaborou-se em grupo um roteiro a partir dos aspectos do relato individual formalizados num esquete apresentado para os demais grupos. Conclui-se que ao integrar-se as modalidades de educação presencial e a distância na atividade com vistas a priorizar-se o processo frente o resultado, foi possível ser fiel ao propósito de criar vivências maior característica do ensino que se utiliza da arte como ferramenta assim como ampliar o conhecimento, enfraquecendo as dicotomias teoria/prática, educação presencial/educação a distância.


Texto completo: Trabalho completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.