A contratação de jovens e crianças na indústria de Santa Cruz do Sul: o caso da Mercur entre anos de 1924 e 1970

Fernando Ataide Porto

Resumo


O presente texto busca investigar o processo de contratação de crianças e jovens na indústria do município de Santa Cruz do Sul, entre os anos de 1924 e 1970, a partir de um estudo focado nos dados cadastrais dos trabalhadores da empresa Mercur, indústria de artefatos de borracha. Considerou-se como principal fonte de pesquisa o banco de dados criado a partir das informações contidas nas fichas de Registro de Funcionários, além desta, buscamos cruzar os dados quantitativos com outras fontes documentais como documentos e depoimentos orais de ex-trabalhadores. Revelou-se, nesse sentido, um processo onde a força de trabalho de crianças e jovens era muito requisitada pela indústria e fomentada pelas famílias devido as necessidades de subsistências. Por outro lado, ao longo do período estudado, vemos um processo de adequação as leis trabalhistas de 1943 por parte da empresa o que resulta em uma mudança, ainda que parcial, no perfil dos trabalhadores menores de 18 anos.

Palavras-chave


Santa Cruz do Sul, Trabalho infantil e juvenil, Indústria

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/agora.v20i2.12103

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo