O NEOLIBERALISMO EM TEMPOS DE PANDEMIA: O GOVERNO BOLSONARO NO CONTEXTO DE CRISE DA COVID-19

André Dioney Fonseca, Silvio Lucas Alves da Silva

Resumo


Situações de aguda crise, como a recessão global ocorrida entre os anos 2007 e 2008 e a que enfrentamos no contexto atual da pandemia provocada pelo Sars-CoV-2, são momentos históricos nos quais as contradições e as falácias do neoliberalismo ficam escancaradas. Isso ocorre, entre outros motivos, porque nessas situações o Estado desponta como o único agente capaz de efetivar medidas corretivas de amplo alcance, em detrimento do ideário neoliberal, que exalta o individualismo e submete todos os aspectos da vida à lógica da competitividade de mercado. Contudo, especialmente a partir da crise financeira de 2008, muitos pesquisadores têm observado que o neoliberalismo tem mecanismos de defesa por meio dos quais instrumentaliza os próprios elementos dos quadros de crise para reforçar suas doutrinas. Assim, este artigo tem como objetivo analisar a centralidade do receituário neoliberal nas ações do governo Bolsonaro no decorrer desses últimos meses de enfrentamento à Covid-19. Para tanto, a partir da perspectiva da “história do tempo presente”, recorremos às falas e principais manifestações do atual presidente reproduzidas em jornais, revistas e sites noticiosos que as publicam. Priorizamos as mídias que não exigem assinatura para acesso às reportagens, em razão da maior abrangência, e as que não estão no radar das denúncias de notícias falsas (fake news), conforme o reconhecido instrumento de monitoramento Sleeping Giants. E como a pandemia ainda está em desenvolvimento, fizemos um recorte específico, entre os meses de março e junho de 2020.

Palavras-chave


Covid-19; Neoliberalismo; Governo Bolsonaro.

Texto completo:

PDF

Referências


BARNETT, Clive. The consolations of “neoliberalism”. Geoforum, v. 36, p. 7-12, 2005.

BRASIL DE FATO. Bolsonaro volta a minimizar mortes por coronavírus: “é natural, é a vida”. Brasil de Fato, São Paulo, 22 maio 2020. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2020/05/22/bolsonaro-volta-a-minimizar-mortes-por-coronavirus-e-natural-e-a-vida. Acesso em: 9 jun. 2020.

CNN. Bolsonaro trata contágio como inevitável e defende volta ao trabalho. CNN Brasil, Brasília; São Paulo, 18 abr. 2020. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/politica/2020/04/18/se-dependesse-de-mim-muito-mais-coisas-estariam-funcionando-diz-bolsonaro. Acesso em: 4 jul. 2020.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. Néolibéralisme et subjectivation capitaliste. Cités, v. 41, n. 1, p. 35-50, 2010.

DAVIES, William. The limits of neoliberalism: authority, sovereignty and the logic of competition. Los Angeles; Londres; Nova Delhi: Sage, 2014.

DAVIS, John. Individuals and identity in economics. Nova York: Cambridge University Press, 2011.

DOSSE, François. História do tempo presente e historiografia. Revista Tempo e Argumento, p. 5-23, 2012.

FERREIRA, Afonso. Brasil tem 57 mortes e 2433 casos confirmados de Covid-19, diz Ministério de Saúde. G1, 25 mar. 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/03/25/brasil-tem-57-mortes-e-2433-casos-confirmados-de-covid-19-diz-ministerio-da-saude.ghtml. Acesso em: 4 jul. 2020.

FILGUEIRAS, Luiz; DRUCK, Graça. O neoliberalismo neofascista do governo Bolsonaro e os desafios para a esquerda. Marxismo 21, p. 3, 2019.

FOUCAULT, Michel. O nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território, população. São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

G1. Bolsonaro abre reunião ministerial lamentando mortes pelo coronavírus. G1, 9 jun. 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/globonews/jornal-das-dez/video/bolsonaro-abre-reuniao-ministerial-lamentando-mortes-pelo-coronavirus-8615028.ghtml. Acesso em: 18 jun. 2020.

GILBAN, Marcus M. Brazilian foreign minister compares social distancing to concentration camps. The Times of Israel, 28 abr. 2020. Disponível em: https://www.timesofisrael.com/brazilian-foreign-minister-compares-social-distancing-to-concentration-camps/. Acesso em: 4 jul. 2020.

GIROUX, Henry. Proto-fascism in America: neoliberalism and the demise of democracy. Bloomington, Ind.: Phi Delta Kappa Educational Foundation, 2004.

HARVEY, David. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Edições Loyola, 2008.

HARVEY, David. Política anticapitalista em tempos de Covid-19. In: DAVIS, Mike et al. Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra sem Amos, 2020. p. 13-24.

LEMKE, Thomas. “Marx sans guillemets”: Foucault, la gouvernementalité et la critique du néoliberálisme. Actuel Marx, p. 13-26, 2004.

LEMKE, Thomas. “The birth of bio-politics”: Michel Foucault’s lecture at the Collège de France on neo-liberal governmentality. Economy and Society, v. 30, n. 2, p. 190-207, jan. 2001.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. Revista Artes e Ensaios, n. 1, p. 123-151, 2016.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2002.

MIROWSKI, Philip. Never let a serious crises go to waste: how neoliberalism survived the financial meltdown. Londres: Verso, 2013.

MIROWSKI, Philip. Postface: defining neoliberalism. In: PLEHWE, Dieter; MIROWSKI, Philip (org.). The road from Mont Pèlerin: the making of the neoliberal thought collective. Londres: Harvard University Express, 2009. p. 417-457.

MISES, Ludwig von. Liberalismo: segundo a tradição clássica. Rio de Janeiro: Instituto Liberal, 1987.

O’NEILL, John. The market: ethics, knowledge and politics. Londres: University of Cambridge, 1998.

PECK, Jamie. Constructions of neoliberal reason. Reino Unido: University of Oxford, 2010.

PLEHWE, Dieter. Introduction. In: PLEHWE, Dieter; MIROWSKI, Philip (org.). The road from Mont Pèlerin: the making of the neoliberal thought collective. Londres: Harvard University Express, 2009. p. 1-45.

SALLUM JR., Brasílio. O Brasil sob Cardoso: neoliberalismo e desenvolvimentismo. Tempo Social: Revista de Sociologia da USP, n. 11, p. 23-47, 1999.

SHALDERS, André. Mandetta é demitido do Ministério da Saúde após um mês de conflito com Bolsonaro: relembre os principais choques. BBC News Brasil, 16 abr. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52316728. Acesso em: 4 jul. 2020.

SIMÕES, Eduardo. Empresários temem que prateleiras possam ficar vazias em 30 dias, diz Guedes. Uol, 7 maio 2020. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2020/05/07/empresarios-temem-que-prateleiras-possam-ficar-vazias-em-30-dias-diz-guedes.htm. Acesso em: 9 jun. 2020.

UOL. “Eu não sou coveiro”, diz Bolsonaro sobre número de mortes por Covid-19. Uol, 20 abr. 2020. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/04/20/eu-nao-sou-coveiro-diz-bolsonaro-sobre-numero-de-mortes-por-covid-19.htm?cmpid=copiaecola. Acesso em: 4 jul. 2020.

VANNUCHI, Camilo. A pandemia de Covid-19 segundo Bolsonaro: da gripezinha ao “e daí?”. Uol, 30 abr. 2020. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/colunas/camilo-vannuchi/2020/04/30/a-pandemia-de-covid-19-segundo-bolsonaro-da-gripezinha-ao-e-dai.htm. Acessado em: 18 jun. 2020.

VEJA. Chanceler diz que mundo enfrenta “comunavírus” após pandemia de Covid-19. Veja, 22 abr. 2020. Disponível em: https://veja.abril.com.br/mundo/chanceler-diz-que-mundo-enfrenta-comunavirus-apos-pandemia-de-covid-19/. Acesso em: 25 jun. 2020.

ŽIŽEK, Slavoj. Virus: catastrofe e solidarietà. Tradução: Valentina Salvati. Milão: Ponte Alle Grazie, 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.17058/agora.v22i2.15461

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo