O estado como locus para concretização da ideia de liberdade em hegel: considerações a partir da obra filosofia do direito

Autores

  • Anna Paula Bagetti Zeifert Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC/RS – Brasil
  • Gabriel Maçalai Centro Universitário de Maringá – UNICESUMAR/PR – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.7420

Resumo

A discussão sobre a relação entre Estado e Religião não é algo novo. O debate é antigo, perpassa os séculos, impondo novos desafios para os estudiosos, principalmente para aqueles que buscam em suas construções teóricas estabelecer quais seriam os pressupostos para a construção de uma sociedade justa capaz de conviver pacificamente com as mais diversas doutrinas. Assim, o presente trabalho visa resgatar a teoria de Hegel sobre a conexão existente entre Estado e Religião, onde suas doutrinas se aproximam e em que momento divergem, bem como as questões relativas à liberdade. A análise partirá do parágrafo 270 da Obra Princípios da Filosofia do Direito de Hegel, no qual o autor levanta essa discussão e aponta quais seriam as condições para estabelecer uma certa harmonia entre as duas instituições afim de se criar um Estado da liberdade. Num segundo momento, o estudo fará uma análise mais pormenorizada da ideia da liberdade e como a mesma se realiza no direito no entender de Hegel.

Downloads

Publicado

2016-04-14